26 de out. de 2020

Apesar de liderar com folga as pesquisas, Edvan Brandão cumpre maratona de compromissos de campanha

O povoado Bom Princípio recebeu neste domingo (25) a caravana do prefeito Edvan Brandão e da vice Graciete Trabulsi para mais uma grande demonstração de apoio à coligação "Quem ama, trabalha". Candidatos a vereador que pleiteiam renovar seus mandatos  e os que buscam a primeira oportunidade na câmara também estiveram presente. Manuel da Concórdia foi um dos mais festejados pelos moradores.

A Festa do 12 tem prosseguimento nesta segunda-feira (26) com o "Arrastão da Mulher", evento idealizado por Edvan Brandão em alusão ao "Outubro Rosa", campanha nacional de alerta sobre prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama.


No convite feito à sociedade bacabalense é  solicitado que todas as pessoas vistam as cores rosa ou vermelha. A concentração acontece a partir das 15 horas, na rua Dias Carneiro, em frente a antiga BIASA.

Fim de semana


Com a aproximação da data das eleições a agenda de campanha do atual prefeito tem sido cada vez mais cheia. No último fim de semana, além de ir ao Bom Princípio, ele participou de duas grandes palestras. A primeira na sexta-feira, no bairro Madre Rosa, à convite do vereador Melquiades Neto. Já no sábado, foi a vez da Vila Frei Solano ao lado do candidato a vereador Cobrinha.

Ainda no sábado, só que pela manhã, Edvan Brandão e Graciete Trabulsi prestigiaram reunião, no auditório do CEFRAN,  organizada pelo vereador Venâncio do Peixe, candidato à reeleição.

No intervalo de um compromisso e outro o prefeito atende convites para visitas, como a que fez  a residência do candidato a vereador Fredson, no bairro Alto Bandeirante.

Edvan também visitou a Central de Abastecimento, próximo ao Terminal Rodoviário, e, em seguida, deu uma pausa para almoçar com a amiga dona Ana.


Diferente do que seus adversários imaginam, o atual prefeito não tem descansado em razão da liderança folgada que apontam todas as pesquisas. Edvan divide o seu tempo entre os compromissos administrativos e os de campanha. "Não posso e nem devo cruzar os braços.  O povo precisa do meu trabalho e confia em mim".