Blog do Sérgio Matias

"Prefiro os que me criticam, porque me corrigem, aos que me elogiam, porque me corrompem" (Santo Agostinho)

07/08/2019

CASA DA MÃE JOANA! Emílio já escolheu outro PM para a Controladoria Geral do Município; Roberto Costa e Marcelinho Sergipano foram buscar em Caxias o novo diretor do SAAE

Novo controlador geral do município escolhido a dedo por Emílio Carvalho.
Com a saída de Maksondeygon Farias de Castro Pinto, exonerado do cargo de Controlador Geral do Município a pedido do advogado Emilio Carvalho de quem foi segurança particular e até então era mui amigo, a Prefeitura de Bacabal buscou e encontrou um substituto, esse, também apadrinhado pelo causídico que é de fato quem comanda a pasta.

E, ao que tudo parece, Emílio resolveu fazer do Quartel do 15º BPM a extensão da Controladoria, pois, assim como Maksondeygon, o substituto, identificado pelo blog como André Meneses, também é policial militar, integra a Força Tática e estuda Engenharia Civil.

Foi Emílio ainda quem indicou, em fevereiro desse ano, o PM Francisco Américo da Silva Neto para o cargo em comissão de Assessor Especial do Gabinete da Secretaria Municipal de Administração.

Todos os casos citados acima o prefeito Edvan Brandão só tomou conhecimento na hora de assinar a papelada, seja Portaria ou Exoneração.

Com relação ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto, onde o prefeito também não dá as cartas, a desordem é a mesma.

Em julho de 2018, ainda como interino, Edvan consentiu ao deputado estadual Roberto Costa (MDB) sentar na cadeira de prefeito e por ele tomar toda e qualquer decisão, como, por exemplo, a de indicar Marcelo Almeida Conceição Júnior para o cargo em comissão de diretor do SAAE, logo se percebeu que não daria certo.

Marcelinho Sergipano, como é mais conhecido, passou a ter que conciliar a administração de sua empresa de caldo de cana com a autarquia responsável por levar água potável a população.

Com o caldo até que ele se saiu bem, o produto é sucesso de vendas, agora com o líquido mais precioso da terra foi de mal a pior e conseguiu em pouquíssimo tempo transformar a empresa em recordista de reclamações, apesar do aumento no faturamento com a cobrança das contas e taxas pagas religiosamente pelos os usuários que volta e meia se queixam das constantes falhas no abastecimento e da péssima qualidade da água.

Há também queixas relacionadas a má gestão em outros setores do SAAE que chegou por mais de uma vez ter suspenso o fornecimento de energia elétrica por falta de pagamento, acarretando em falta d’água para boa parte dos moradores.

Ciente do buraco que meteu a autarquia e para proteger seu pupilo das críticas, Roberto Costa aproveitou uma reforma administrativa que fez na gestão municipal para apontar um novo diretor, esse funcionário de carreira. Jorgival Lima Mendes assumiu em 18 de março desse ano.

Sem nenhuma autonomia para promover as mudanças necessárias Jorgival assistiu com as mãos atadas o SAAE se afundar ainda mais no conceito da população.

Não satisfeitos Roberto e Marcelinho agora foram buscar em Caxias um novo diretor, o terceiro em pouco mais de doze meses. A nomeação ainda não foi publicada, mas, como o novo controlador, o blog também já o identificou. Trata-se de Carlos Alberto Martins, engenheiro elétrico, que já dirigiu o SAAE da terra de Gonçalves Dias.

SAIBA MAIS:

ÚLTIMO ROUND! Controlador geral do município de Bacabal é exonerado após a tórrida discussão no meio da rua com o advogado Emílio Carvalho