Blog do Sérgio Matias

Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. (Mateus 7:15)

31/07/2019

ABAIXO-ASSINADO: Moradores de Bacabal querem que vereadores criem CPI para investigar o SAAE

Fundado em 8 de setembro de 1965, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Bacabal é uma autarquia do município que já teve seus tempos áureos, bem administrada, com contas saneadas e bons serviços prestados, o oposto da sua realidade hoje.

A queda considerada no conceito dos seus usuários se deve principalmente pelas constantes falhas no abastecimento d’água e, mais ainda, pela péssima qualidade dela quando oferecida. De tão suja mais parece lama ou achocolatado.

A falta de transparência em suas finanças também conta em desfavor da atual gestão indicada pelo deputado estadual Roberto Costa (MDB) e, que, atualmente, apesar de ter um funcionário de carreira no cargo de diretor, continua indiretamente sendo administrado pelo antecessor, o agora secretário de Finanças Marcelinho Sergipano.

Tida como uma das empresas que mais arrecada no município o SAAE teve por duas vezes e em menos de 15 dias suspenso o fornecimento de energia elétrica por falta de pagamento, como explicou a Cemar em nota.

Perfuratriz

Em abril desse ano, mesmo sem ter o que comemorar, a Prefeitura de Bacabal organizou uma programação alusiva aos 99 anos da Princesa do Mearim e, na oportunidade, recebeu simbolicamente das mãos do deputado federal João Marcelo (MDB) equipamentos, cedidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, para perfuração de poços artesianos profundos, orçados em mais de 1 milhão de reais e que inclui perfuratriz, tanque, guincho e caminhão para transporte.

Esse benefício, contudo, pouco tem sido utilizado pelo SAAE apesar do caos que vive Bacabal no setor. Para se ter uma ideia, nos meses de abril, maio e junho o equipamento ficou parado (é o que se supõe) em uma propriedade particular de Marcelinho Sergipano, só vindo a ser colocado a serviço da população apenas em julho, no bairro Santa Inês.

CPI

Por toda essa desorganização, falta de zelo, seriedade e transparência é que os moradores resolveram se mexer e exigir dos seus representantes no parlamento municipal uma providência enérgica no sentido de investigar o que estão fazendo com a maior parte do dinheiro das contas pagas pelos os usuários.
A iniciativa partiu de Jailson Luz. “Olá cidadão bacabalense, exerça sua cidadania e faça valer a sua vontade. Colabore com o pedido da CPI do SAAE junto à Câmara de Vereadores e assine o Abaixo-Assinado que segue a esse chamado. Você pode ajudar também imprimindo o arquivo acima, realizar coleta de assinaturas e entregar no ponto de recebimento na Praça Silva Neto (do Paraíba), numa tenda montada para esse fim, a partir de quinta-feira (01/08), no período de 09:00 às 18:00 horas, sexta no mesmo horário, e sábado de 08:00 às 13:00 horas, estendendo-se também até a próxima semana. Precisamos sanar de uma vez por todas a ineficiência do SAAE. 

Eis o momento de você mostrar realmente que não está satisfeito.