08/04/2019

ARREGÀO! Depois de tentar puxar o tapete do presidente, prefeito de Bacabal se rende à APAE.

O vereador Sobrinho Veloso e o secretário de Educação Marcos Ferreira também participaram do encontro.
A gestão desastrosa e suja de Edvan Brandão perdeu a queda de braço com a diretoria local da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais  que vinha sendo prejudicada em virtude da Prefeitura de Bacabal insistir em não renovar a parceria com a entidade e que já durava 13 anos.

A decisão era uma  retaliação ao fato do presidente Domingos Gangá Filho não acompanhar politicamente o grupo João Alberto.

Daí então, desde o início do ano cerca de 100 excepcionais, entre crianças, jovens e adultos, estavam sem aula e sem outros serviços prestados pelos servidores contratados pela entidade, como professores, ASG”s, Vigias e motorista que sem a renovacão da parceria com o município estão sem receber salários.

Com  isso, não foram poucas as vezes que a diretoria tentou manter diálogo com o prefeito, porém, todas as vezes foram frustradas. O máximo que se conseguiu foi ouvir desculpas de intermediários sempre alegando que Edvan Brandão estava viajando ou em sua fazenda na zona rural.

Num desses encontros a secretária adjunta de Administração, Ivane Ramos, chegou a tentar impedir a participação de Dominguinhos Ganga Filho, mas em vão. Os outros membros da diretoria refutaram imediatamente a ideia.

Nesta ocasião a prefeitura propôs que os excepcionais fossem matriculados na rede  municipal de ensino usando o pretexto que a parceria como vinha sendo feita nas gestões anteriores poderia acarretar em improbidade administrativa, ironicamente crime que a gestão Edvan Brandão é useira e vezeira.

Essa humilhação se deu até a imprensa tornar público através do Blog do Sérgio Matias e posteriormente pelo jornalista Osmar Neto (TV Bacabal-canal 9).

Pressionada, a gestão municipal ainda tentou um último cartucho enviando uma representante a Federação das APAE”s, em São Luís, com o intuito de derrubar o presidente Dominguinhos do cargo.

Outra vez deram com os burros n'água e se viram agora obrigados a sentarem com o próprio Domingos, pedir desculpas pelos contratempos e garantir que a parceria será renovada.

A paz foi selada no escritório da mansão do advogado Emílio Carvalho, alugada pela prefeitira para funcionar a Controladoria Geral do Município, pasta que, no papel, é ocupada por um segurança particular dele.

Para esse último encontro o prefeito foi convocado por Emílio e não teve como se negar a comparecer.

O controlador oficioso ainda se comprometeu a repassar do bolso ajudar financeira para a entidade.

No final, foi feita uma súplica  ao presidente: “Pelo amor de Deus esqueça o Blog do Sérgio Matias!”.