Blog do Sérgio Matias

Sob a direção de um forte general, não haverá jamais soldados fracos. (Sócrates).

06/03/2019

Carnaval milionário e frustrante da Prefeitura de Bacabal não conseguiu desviar a atenção para as mazelas sociais

Enquanto a Prefeitura de Bacabal aproveitava o período carnavalesco para tentar desviar o foco da população das suspeitas de corrupção na gestão Edvan Brandão e do descaso com o município, os moradores continuavam arcando com os prejuízos.

Da sede a zona rural a indignação é a mesma.

Com quase meio século de existência, a Turma do Pó,  o mais tradicional bloco de sujo de Bacabal, teve que recorrer ao improviso para não ver prejudicado o acesso dos seus integrantes ao Bar do Bulão, no cruzamento das ruas Manoel Alves de Abreu com Antonio Lobo, onde sempre acontece a concentração.

A brincadeira esse ano foi sem o tradicional desfile e concurso no Centro Cultural que não aconteceram por falta de incentivo da prefeitura.

O desleixo com a infraestrutura do município está por todos os cantos como mostram gravações de vídeo feitas por moradores, inclusive, no cruzamento próximo a agência da Caixa Econômica Federal, coração da cidade. 

Na zona rural as estradas vicinais estão em situação bem pior. A Tarefa dificílima de passar por uma delas foi mostrada por um caminhoneiro.

Tidos esses protestos que você assistirá abaixo foram feitos durante os cinco dias de carnaval em que a prefeitura torrou algo em torno de R$ 1 milhão que, ainda assim, resultou numa festa desorganizada, desanimada, frustrante. 
Agora, passado o carnaval, se espera que Edvan Brandão tire a máscara e rasgue a fantasia que vestiu na campanha eleitoral para fazer parte da populacão acreditar que, sendo eleito, seria um gestor trabalhador e honesto, duas qualidades que não vem tendo até aqui.