últimas Notícia

banner-DO-ESTADO-2019.jpg

24/02/2019

Vereador classifica de absurdo, irresponsabilidade e falta de compromisso com o povo aditivo da Prefeitura de Bacabal que custará R$ 7 milhões

O descalabro que virou a gestão municipal em Bacabal já repercute além fronteiras. Na capital maranhense muito se fala sobre o assunto e a imprensa de lá também começa a denunciar.

Na sexta-feira (22) o jornalista Neto Ferreira publicou que a Prefeitura de Bacabal, comandada por Edvan Brandão (PSC), renovou um contrato milionário com a empresa A.S. Batista Empreendimentos Ltda, de nome fantasia Shalom Construções, localizada em São Luís.

Segundo informações divulgadas, o aditivo foi celebrado com objetivo de garantir a manutenção da iluminação pública.

O valor do serviço custará aos cofres públicos cerca de R$ 7 milhões.

A construtora é de propriedade dos sócios Alonso de Souza Batista e Pablo Mendes Moraes, e atuará na prestação do serviço por 12 meses.
Coronel Egídio

Esses abusos no setor que há menos de dois anos registrou aumento de mais de cem por cento no valor da taxa cobrada da população, têm sido a principal bandeira de luta do vereador Coronel Egídio.


Segundo o vereador, ele já conversou pessoalmente com o prefeito a respeito da taxa. “Eu já conversei com o prefeito Edvan Brandão, mas eu não sei por que ele não tem coragem. São oitocentos e setenta mil reais tirados por mês, que sai das pessoas mais humildes, mais pobres da nossa cidade. Vamos acabar com essa lei”, disse.

Elevando o tom

Essa forma mais dura adotada pelo vereador para reivindicar do poder público municipal e a favor dos bacabalenses tem se intensificado.

Nas redes sociais, onde é bastante atuante, Coronel Egídio fez questão de demonstrar sua revolta com o aditivo, classificado por ele como “absurdo, irresponsabilidade e falta de compromisso com o povo”.

diferença nenhuma, não é ele mesmo quem manda.

banner-DO-ESTADO-2019.jpg