Blog do Sérgio Matias

"Prefiro os que me criticam, porque me corrigem, aos que me elogiam, porque me corrompem" (Santo Agostinho)

27/02/2019

SEMED Bacabal abocanhou dinheiro que serviria para pagar janeiro e fevereiro de servidores desligados no final de 2018

De acordo com nota da Secretaria Municipal de Educação de Bacabal, o prefeito Edvan Brandão (deveria ser o município, mas...), antecipou pagamento de servidores da pasta. "Professores e servidores de apoio (efetivos), gestores efetivos e contratados, e 13° salário dos aniversariantes de fevereiro”, diz o texto compartilhado nas redes sociais.

Como se observa a nota cita “professores, servidores de apoio e gestores efetivos e contratados”. Isso porque os demais contratados que exercem as funções de professor, agente de serviços gerais e vigilante foram desligados do quadro de funcionários no final de 2018 para que o município abocanhasse o dinheiro que corresponderia ao pagamento de salários aos mesmos nos meses de janeiro e fevereiro desse ano.

Essa suposta economia pode ter rendido frutos para o bolso de alguém, menos aos cofres públicos, pois  os alunos matriculados nas escolas da rede de ensino municipal ainda estão sem aula, tendo o início do período letivo já sido adiado por duas vezes.

Aos poucos alguns desses servidores estão sendo novamente recrutados e só entrarão na folha do mês de março, o que também não garante muita coisa. A gestão Edvan Brandão de Farias se caracteriza por não honrar compromissos.
Com tudo isso, a SEMED ainda ironizou no final da nota desejando a todos “um excelente carnaval”, que, em Bacabal, o município torrará aproximadamente R$ 1 milhão com a contratação de bandas de forró e DJ modelo ex-namorado de Madonna.