03/02/2019

CADÊ TODO MUNDO? Prefeito é deixado no vácuo em evento esportivo

Ao centro de camisa preta, prefeito olhava para as arquibancadas e perguntava cadê todo mundo.

A cada dia se constata o isolamento político que vive atualmente Edvan Brandão (PSC) ocupante do mais relevante cargo do poder executivo bacabalense. Poucos são os seus subordinados que se dispõem a acompanhá-lo nos eventos públicos e compromissos oficiais, mesmo que sejam nos finais de semana.

Correligionários como vereadores também não são muitos, apesar da bancada governista na Câmara Municipal ser maioria esmagadora.

Esses fatos têm suas razões.

Presente a abertura do tradicional torneio Interbairros que reúne equipes de futebol amador o prefeito se deparou com as arquibancadas do estádio Correão quase que praticamente vazias, reflexo do desgaste de sua gestão acéfala administrativamente falando e acusada de práticas ilícitas, como seu próprio enriquecimento.

Do estádio, Edvan Brandão triste e de cabeça baixa retornou novamente para sua fazenda na zona rural onde optou em viver confinado para fugir da pressão de fornecedores do município, servidores sem salários e outros demitidos, e até das cobranças de agiotas que financiaram a campanha eleitoral dele.