Blog do Sérgio Matias

Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. (Mateus 7:15)

22/01/2019

Prefeito Edvan Brandão deve perder o mandato, avalia advogado

Um vídeo compartilhado pelo advogado Dr. Bento Vieira nas redes sociais, na tarde desta terça-feira (22), trouxe à tona um assunto relacionado a Ação de Investigação Eleitoral que tramita na justiça e poderá resultar na cassação do mandato do prefeito de Bacabal Edvan Brandão (PSC) e da sua vice Graciete Lisboa (PSL) por abuso de poder econômico cometido na eleição suplementar de outubro de 2018.

A petição formulada pelos advogados Máxima Regina e Carlos Lula foi avaliada por Dr. Bento como de grande qualidade. Ainda segundo ele, as provas juntadas ao processo e registradas em cartório, caracterizam abuso de poder econômico, abuso de poder político e outros graves crimes eleitorais.

No entendimento de Dr. Bento Vieira há uma grande possibilidade dos dois atuais gestores “caírem” e, consequentemente, ficarem inelegíveis, e, é, justamente aí que o advogado relaciona alguns fatores que o induzem a pensar que políticos do próprio grupo do prefeito estariam interessados em que isso ocorra. “Isso aqui tudo ele [Roberto Costa] armou para Edvan Brandão se tornar inelegível”, disse Dr. Bento.
Dr. Bento também se refere a algumas situações de ingerência que têm acontecido no poder público municipal e cita como exemplo o caso do controlador do município, Dr. Emílio Carvalho. “As pessoas estão dizendo que é o Emílio quem manda e isso está provado. O próprio Ely Brandão [irmão do prefeito] foi a primeira pessoa a ser expurgada do governo pelo Edvan em função de tê-lo alertado sobre o cuidado que deveria ter”.

Em sua fala o advogado ainda trata das demissões em massa que ocorrem, e, que, segundo ele, partem de Dr. Emilio Carvalho a pedido de Roberto Costa. O prefeito teria tomado conhecimento da decisão após ter sido chamado na casa do controlador, quando também teve acesso a relação dos nomes dos servidores e suas respectivas funções. “Para terminar de liquidar com Edvan Brandão vão demitir mais de mil pessoas e isso vai comprovar o que essa ação [de Investigação Eleitoral] está dizendo. Eles encheram a prefeitura, dizem que mais de mil e quinhentas pessoas [...] e foi com essa votação que ganharam a eleição”, disse Dr. Bento Vieira lembrando que uma denúncia dessa ao Ministério Público, se bem elaborada, pode acarretar em improbidade administrativa.

Assista o vídeo.