12 de jan. de 2015

Coronel Egídio Amaral deixa o comando do 15º BPM na próxima quinta-feira (15). Seu substituto será o major Miguel Neto

Depois de quase dois anos a frente do 15º Batalhão da Polícia Militar, sediado em Bacabal, o coronel Egídio Augusto Amaral Soares deixará o comando da tropa. Seu sucessor, major Miguel Neto, assumirá na próxima quinta-feira (15) em solenidade que será realizada 17h30, no pátio externo do Quartel, na estrada da Bela Vista, e contará com a presença do Comandante Geral da PMMA, Coronel QOPM Marco Antônio Alves da Silva e de todo efetivo do 15º BPM.

O coronel Egídio Amaral assumiu o comando do 15º Batalhão de Polícia Militar no dia 06 de fevereiro de 2013. Durante este período desenvolveu um bom serviço, tendo a sua meta voltada para o combate ao crime organizado e ao tráfico de drogas. Além da parte operacional, também esteve presente  na parte administrativa, com a reforma total do prédio do Batalhão, a completa reformulação da Central de Operações e a criação da Patrulha Rural.

Na área social, criou o Banco de Sangue dos policiais militares e familiares, investiu e incentivou as ações do Geape (Grupo Especial de Apoio às Escolas) e o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência), bem como a escolinha de capoeira e cineminha no Quartel, onde as crianças dos bairros considerados periféricos se reúnem para brincar, lanchar e assistirem filmes e palestras.

Também ao longo do seu comando, sempre procurou interagir com as famílias dos policiais militares, como as confraternizações de final de ano, dia das mães, dia das crianças e a outorga de medalhas, comendas e referência elogiosa, o que motiva o policial militar a desenvolver com prazer as atribuições a si confiadas no dia a dia.

Durante este período várias quadrilhas de assaltantes foram desarticuladas e centenas de traficantes presos. Nas operações Saturação, Fecha Quartel e Bacabal em Paz, foi feita a prisão de uma quadrilha especializada em explosão de caixas eletrônicos, que estava homiziada na Fazenda São Francisco, zona rural de Bacabal, comandada por Simbá e Kátia. Foram também presos os militares do Estado de Pernambuco,  Josemilson de Oliveira Santos e Francivaldo do Nascimento Silva (acusados de assassinar o empresário Ivaldo Mandacarú), centenas de armas de fogo foram tiradas de circulação, bem como, inúmeras motos e veículos devolvidos a seus donos.

Também foram presos em tempo recorde o menor das iniciais F. C. M., de 17 anos, e Francisco Flávio Pinho Martins, que assassinaram Maiana Fonteles da Silva, aluna do 2º período do curso de Farmácia da FEBAC, morta na rodovia MA que liga as cidades de Lago Verde e Conceição do Lago Açu.

Foi também travada uma luta contra a perturbação do sossego público em parceria com o Ministério Público, onde bares e casas de shows irregulares foram fechados e paredões apreendidos, sendo devolvida a tranquilidade aos lares de Bacabal, principalmente a idosos e crianças.

Em junho de 2013, em conjunto com a Polícia Civil, foi preso Osvaldo Nascimento, o maior traficante da região, que por muitos anos reinou absoluto em Bacabal.

Somente na região de Paulo Ramos e Marajá do Sena, mais de mil pés de maconha foram incinerados em cinco grandes plantações da droga.

Em dezembro de 2013, foi preso um bando composto por 10 pessoas, no município de Alto Alegre do Maranhão que era chefiado por Sérgio Marley.

Já em setembro de 2014, também numa operação conjunta foram presas sete pessoas que faziam parte de uma organização criminosa, com grande quantidade de drogas, entre os municípios de Lago Verde e Conceição do Lago Açu, e que era liderada por Luiz Aguiar Marinho, conhecido por “Luiz Soldado”, ex-integrante da Polícia Militar. Em maio já havia sido presa uma quadrilha de assaltantes da cidade de Presidente Dutra, que agia em toda a região.

Em julho de 2013, policiais militares prenderam José Leandro da Conceição, no bairro Pantanal, com um 01kg de crack. Em novembro foram apreendidos 03kg de cocaína e 01 de crack em posse de Florentino Tinoco Lisboa, de São Luís, e que abastecia algumas bocas de fumo em Bacabal.

Foi morta em confronto com policiais militares um pessoa conhecida por Lindomar, onde seu comparsa Anadione, foi  ferido. Os dois, oriundos da cidade de Presidente Dutra, eram ladrões de motocicletas e reagiram contra a abordagem policial, atirando contra a guarnição; também tombou em confronto a dupla,  Éder “Chuta Lata” e Galego. Este último de altíssima periculosidade, com várias passagens e homicídios. Após reagirem a prisão também vieram a óbito a dupla Papau e Jhemeson, assaltantes de bancos e carro forte.

No mês de novembro de 2014, tombou em confronto com policiais do 15º BPM, Polícia Civil, SEIC, o bandido conhecido por João Vítor, que em companhia de comparsas assinaram dois policiais militares na cidade de Paço do Lumiar-MA.

Ainda numa operação conjunta, foi preso Edinan Oliveira Coelho, conhecido por “Grande”, de alta periculosidade e que tinha 07 (sete) mandados de prisão em seu desfavor.

Uma guerra também foi travada contra estupradores e aliciadores de menor, logo no início do seu comando, o coronel Egídio Amaral, comandou a prisão de Júnior Canarana, que aliciava crianças para o trafico de drogas.

Até a presente data, várias quadrilhas de estelionatários foram desarticuladas.

Na área social, além do Geap, Proerd, Cineminha no Quartel, o ponto alto foi a criação do Banco de Sangue do 15º BPM, com a coleta de centenas de bolsas, que estão sendo utilizadas tanto por militares, parentes e a comunidade em geral.

Aprovação popular

Baseado em todos estes fatos, o Blog do Sérgio Matias, durante uma semana, colocou no ar uma enquete relacionada à permanência do coronel Egídio Amaral a frente do 15º BPM. Apesar do excelente trabalho desenvolvido pelo comandante, o resultado de certa forma acabou surpreendendo pelo alto percentual de leitores que escolheram votar na opção SIM (76,77) - O tenente-coronel Egídio Amaral deve ser mantido no comando do 15º BPM – pois muita gente chegou a imaginar que devido a campanha sistemática que um programa de TV local faz contra seu trabalho, pelo menos uma parte maior dos votantes diria NÃO (21,53%) para sua permanência no comando do Batalhão.
 
A enquete ficou no ar exatos 8 dias, foi exposta 20.248 vezes e recebeu 8878 voto(s).

É bom deixar claro que o sistema permitiu que apenas um voto por sessão do navegador do usuário fosse computado, ou seja, somente um voto por IP (endereço Internet do computador). A enquete foi desenvolvida através do www.enquetes.com.br que é o maior site de processamento de enquetes e pesquisas do Brasil. Presta serviços de qualidade e confiabilidade para mais de 1.309.800 sites, no Brasil e no exterior. Processa mais de 2 milhões de votos ao mês, provenientes das mais de 1.055.300 enquetes administradas.

Porém, o resultado serve como um claro demonstrativo do que parte da sociedade, que são os leitores, pensa sobre o trabalho desenvolvido pelo coronel Egídio Amaral no comando do 15º BPM.

Transparência

Antes de encerrar essa retrospectiva, vale ressalta que a imprensa local recebeu por parte do comando, através da Assessoria de Comunicação, atenção especial que nos possibilitou até aqui levar ao conhecimento da sociedade os fatos policiais como eles realmente acontecem, mesmo que para isso tivesse sido necessário desagradar àqueles que outrora usavam de suas influências econômicas e sociais para tripudiar em cima dos menos abastados.

Até o momento não há nenhuma informação sobre o novo comandante, porém, acreditamos e torcemos que a Polícia Militar em Bacabal continuará se fazendo respeitar, impedindo que traficantes, estupradores, assassinos, infratores, estelionatários, baderneiros, arruaceiros e afins, ditem as regras em nossa cidade.