Informa Maranhão

Contato: (99) 98857-2669 - WhatsApp

CORONA

17 de fev. de 2022

Com cirurgias ortopédicas, Governo do Estado amplia serviços no Hospital Regional de Pedreiras

O Governo do Estado deu início, nesta semana, aos atendimentos ortopédicos no Hospital Regional Dr. Kleber Branco, no município de Pedreiras. Os novos serviços da unidade incluem atendimento ambulatorial e procedimentos cirúrgicos, ambos na especialidade ortopedia. O hospital, que integra a rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), foi entregue pela gestão estadual, em novembro de 2021, e tem ampliado a assistência na região do Médio Mearim. 

O primeiro paciente a passar por cirurgia ortopédica no hospital foi o lavrador Arnaldo Feitosa Cardoso, de 55 anos, morador do povoado Pau d’Arco, no município de Pedreiras. Ele deu entrada na unidade com fratura exposta, após um acidente de moto. O paciente foi operado e já teve alta. “Gostei muito do atendimento. Fui bem atendido. No mesmo dia que dei entrada já fiz a minha cirurgia. Hoje, eu sou uma outra pessoa”, disse o lavrador.  

O atendimento ambulatorial vai funcionar de segunda a sexta-feira, no turno da manhã. As cirurgias iniciais estão sendo realizadas em pacientes que passaram pelas consultas ambulatoriais na unidade. Em breve, serão beneficiados os pacientes da região, que aguardam pelo procedimento e que serão encaminhados pela Unidade Regional de Saúde. 

“É uma grande conquista para Pedreiras e toda a região, pois o serviço é bem necessário. Ajudará na redução do tempo de espera por cirurgias, pois o serviço será expandido para procedimentos de média e alta complexidade, que vão desde a fratura de mão à fratura de clavícula em adultos e crianças”, frisou Flávio de Sousa Castro, diretor administrativo da unidade, que é gerenciada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH). 
O Hospital Regional Dr. Kleber Branco em Pedreiras conta com 63 leitos e, desde que foi inaugurado, em novembro do ano passado, já realizou 56.766 atendimentos, sendo 42.296 internações e cirurgias e 14.470 exames.

Fonte: Secom