6 de jan. de 2021

Prefeito Alex Almeida peregrina por gabinetes de secretários de estado e deputados em busca de socorro à Lago Verde

O novo prefeito de Lago Verde, Alex Almeida, cumpre uma ntensa maratona de compromissos. Preocupado com os problemas administrativos que herdaria, desde antes de assumir o cargo, ainda no último mês de dezembro, ele já se movimentava no sentido de reunir condições necessárias para gerir o município. Depois de devidamente empossado, continua promovendo encontros e reuniões, ora com seus assessores, ora com integrantes do Governo do Estado. 
Alex primeiramente esteve com o secretário de estado de Comunicação e Articulação Política, Rodrigo Lago. "Para se fazer uma boa gestão municipal é de fundamental importância ter uma boa relação com o Governo do Estado, por isso estive reunido com o secretário Rodrigo Lago. Tratamos de assuntos relacionados ao futuro de nossa cidade".
Também estão inseridas na pauta do novo prefeito de Lago Verde conversas com alguns deputados que compõem a bancada maranhense na Câmara dos Deputados. Alex já esteve com André Fufuca, presidente estadual do Partido Progressista, legenda pela qual se elegeu, e com Márcio Jerry, do PC do B. "Atrás de parcerias e com muita vontade de mudar a realidade de nossa cidade, me encontrei com o deputado federal André Fufuca. Aproveitei a oportunidade e solicitei a viabilização de emendas parlamentares para melhorar diversas áreas. Contamos com você deputado. Obrigado por me receber e estar disposto a nos ajudar a reconstruir Lago Verde".

Quanto ao diálogo que manteve com Márcio Jerry, que irá se licenciar para assumir a Secretaria Estadual das Cidades, o novo prefeito disse ter solicitado com emergência um convênio para a reforma do hospital municipal. "Agradeço ao deputado pela recepção e por ouvir nossas reivindicações para Lago Verde".
Outra preocupação de Alex Almeida é com o abastecimento de água. Lago Verde é área de atuação  da Caema. Recentemente o prefeito reuniu com o gerente regional da companhia e com o diretor local. "Firmamos parcerias para melhorar a rede de distribuição e o abastecimento de água para toda cidade". 

Vale ressaltar que o abastecimento de água no município foi um dos setores afetados pela suspensão do fornecimento de energia causada pela falta de pagamento das faturas dos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro de 2020. Como o Blog do Sérgio Matias mostrou, a gestão do ex-prefeito Dr. Francisco ainda deixou de honrar com acordo feito com a Equatorial Energia ainda em agosto do ano passado, o que gerou ao município uma divida que ultrapassa meio milhão de reais.
É a gestão Alex Almeida que terá que encontrar meios de sanar o débito e evitar que inumeros prédios públicos permaneçam no escuro, inclusive escolas.

Reveja: