10 de jan. de 2021

Matrículas na Rede Municipal de Ensino de Bacabal começam dia 12 de janeiro

Da Assecom


A Prefeitura de Bacabal, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), divulgou o calendário de matrículas para o ano letivo de 2021, que será do dia 12 ao dia 22 de janeiro, com previsão de início das aulas para os primeiros dias de março.


A secretária de educação Rosilda Alves explica que o prazo de matrículas foi estendido com o objetivo de evitar aglomerações. Entretanto, solicita que os  pais e responsáveis pelos alunos, não deixem para procurar as unidades de ensino faltando poucos dias para encerrar o período de matrículas. Segundo a secretária, a primeira etapa do processo, que foi a rematrícula dos alunos já inseridos no quadro de vagas, foi um sucesso.


Dados da Secretaria de Educação revelam que em 2020 foram efetivadas 17.962 matrículas distribuídas nas modalidades de ensino: Educação Infantil; Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA).


O município de Bacabal conta hoje com uma rede de 42 escolas públicas na zona urbana e 67 na zona rural.


Reformas e ampliações


Alacid Almeida, supervisor de infraestrutura,  informou que atualmente a secretaria está trabalhando na reforma e ampliação das seguintes escolas na sede do município: U.E.F Juarez Gomes, U.E.F Pantanal, U.E.F 17 de Abril e U.E.F Manoel Alves de Abreu. Já na zona rural as escolas contempladas em mais uma etapa de revitalização na gestão do prefeito Edvan Brandão são as seguintes: U.E.F Floriza Pereira e U.E.I Espaço Infantil, ambas no povoado Alto Fogoso; U.E.F Senador Lá Roque, no povoado São Paulo Apóstolo; U.E.F São Sebastião dos Pretos e um memorial anexo à escola que leva o nome da comunidade; U.E.F Alberto Borges, no povoado Sincorá; e a U.E.F José Chagas Rodrigues, no povoado Fala Cantando.


Ensino Híbrido


A secretária disse que o planejamento da SEMED é iniciar o primeiro semestre com a aplicação do ensino híbrido para os alunos do 8° e 9° ano com a expectativa gradual e dentro das determinações dos órgãos de saúde, de adequar as demais séries do Ensino Fundamental ao longo do ano letivo.


“Nós estamos pretendendo iniciar o ano de forma híbrida. Ou seja, parte dos alunos na escola, com aulas presenciais e parte em casa. Então, é um trabalho muito árduo que a gente está fazendo, contudo, a gente espera que dê certo”, revela a secretária.


Rosilda ainda destacou a importância da aplicação dos recursos destinados para a merenda escolar no contexto das aulas remotas e a transparência no trabalho. Ao final, desejou que todos os profissionais que fazem educação em Bacabal possam estar motivados a cumprir a nobre missão de educar com amor e eficácia.


“Esperamos em Deus que seja um ano melhor. Um ano em que possamos estar com nossos alunos em sala de aula. Então a gente vai trabalhar dentro da melhor forma possível, dando um passo de cada vez de forma segura, coerente, como é a intenção do prefeito Edvan Brandão”, concluiu.