3 de nov. de 2020

Bento Vieira mira votos dos indecisos na briga com Expedito Jr que ele afirma ser candidato 'laranja'


Com o atual prefeito disparado na frente, liderando com folga todas as pesquisas, a campanha eleitoral em Bacabal andava morna, no entanto, nesta reta final a disputa pelo segundo lugar esquentou o clima. O motivo se dar devido Bento Vieira, do Podemos, ter aumentado a carga de críticas e acusações contra seus principais oponentes, e, sabedor que nessa altura do campeonato é quase que impossível impedir a reeleição de Edvan Brandão, do PDT, tem apontado sua metralhadora giratória também na direção de Expedito Jr, do Solidariedade, que ele diz com todas as letras ser uma farsa, 'laranja' a serviço de interesses outros.


Apostando nessa fragilidade do apadrinhado de Simplício Araújo, o advogado percorre a sede e a zona rural na tentativa de conquistar os votos da parte do eleitorado que ainda não se decidiu.


Nessa briga polarizada com Expedito Jr, Bento não deixou de fora o candidato a vice Coronel Egídio, do DEM, acusado por ele de pedir votos para o ex-senador João Alberto, do MDB, seu antigo patrão, que concorre a uma vaga na Câmara de Vereadores. "Você já conhecia esse Expedito? Não! Egídio chegou em Bacabal com João Alberto, o Roberto Costa namora com a prima do Expedito".


Bento e Expedito nunca foram amigos, mas também nunca haviam se estranhado como aconteceu recentemente em um grupo de WhatsApp. Na verdade, na verdade, Expedito tem se mostrado incomodado, porque, como diz o sábio provérbio chinês: "É muito fácil ser pedradifícil é ser vidraça".