23 de set. de 2020

"O RECURSO NÃO DEU": Em Governador Nunes Freire, professores protestam contra o prefeito Serraria que quer parcelar pagamento de servidores

Aconteceu na manhã desta quarta-feira (23), mais um protesto de professores e outros servidores públicos (A.O.S.D), vigias e auxiliares administrativos de Governador Nunes Freire. O ato pacífico teve início na Praça da Cultura e encerrou em frente a prefeitura, onde os educadores com faixas e cartazes pediam RESPEITO ao funcionalismo por parte do prefeito Serraria, que vem gastando tudo o que vê pela frente com a intenção de conseguir a reeleição.


Com salários atrasados, férias e parcelas do 13º, o prefeito, por meio da Secretaria de Educação propôs um acordo absurdo, rejeitado por todos os professores. Serraria quer parcelar o pagamento e começar a pagar a partir de dezembro, e as demais parcelas para janeiro, fevereiro e março, uma possível forma que encontrou para tentar prender o voto dos servidores, obriga-los a votarem novamente nele para, assim, garantir o pagamento.

Essa ação além de imoral é arbitrária, pois deixar débitos para a futura gestão e vai contra a Lei de Responsabilidade Fiscal. Nesse período, Serraria provavelmente já teria o seu projeto de reeleição fracassado, o que gera ainda mais desconfiança dos professores.

Mesmo alegando falta de recursos, o prefeito segue gastando cifras milionárias com acordos políticos. Vale lembrar que, recentemente, a polícia encontrou em sua residência um cheque de 400 mil reais e drogas.