Blog do Sérgio Matias

"Prefiro os que me criticam, porque me corrigem, aos que me elogiam, porque me corrompem" (Santo Agostinho)

01/08/2019

Produtores rurais de Bacabal se reúnem com secretário de Estado de Agricultura Familiar e participam de encontro sobre como fornecer mandioca para a Cerveja Magnífica


Diversos produtores, sindicatos, secretários de agricultura de várias regiões do estado, participaram na tarde desta quarta-feira (31), de um encontro que apresentou os requisitos de fornecimento da mandioca para a cervejaria Ambev. A reunião foi promovida pela Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), como parte dos trabalhos de adensamento da cadeia da mandioca no Maranhão.

Após articulação da Seinc e gabinete de Governador, a Ambev lançou a cerveja Magnífica, nova linha da Ambev que utiliza mandioca produzida por agricultores familiares do estado. A iniciativa fomenta a agricultura local e contribui com o desenvolvimento da cadeia produtiva. A produção da cerveja é fruto de parceria entre a Ambev e o Governo do Maranhão, que, por intermédio da Seinc, estabeleceu a ampliação de investimentos da empresa no Estado.

Durante a reunião, representantes da empresa abordaram o processo de criação da marca e produção da cerveja, além dos requisitos de fornecimento da mandioca, principal matéria prima do produto.

De acordo com o secretário Simplício Araújo, a expansão da cadeia da mandioca por meio da venda do produto, promove a verticalização da cadeia produtiva, atraindo fecularias, gerando emprego, renda e desenvolvimento.

“Muita gente tem nos procurado para saber como vendar para a cervejaria Ambev. Muitos produtores estão se organizando, e isso expande a cadeia produtiva, não só vendendo a mandioca, mas também, atraindo fecularias para o estado”, disse Simplício Araújo.
O diretor comercial da Ambev, Roberto Mattos, explica que o Cerveja Magnifica está no mercado há pouco mais de seis meses, com um preço acessível e ajudando o pequeno produtor. “A gente sempre buscou desde o início do projeto, juntar esses três grandes pilares. Ter esse momento aqui, com agricultores de todo o estado, que estão buscando a venda da mandioca, nos deixa muito feliz, é sinal que o projeto está criando uma capilaridade”.

Contrapartidas Sociais

As tratativas estavam sendo realizadas para a expansão da Ambev desde 2015, e resultaram não só na compra da mandioca maranhense, mas em contrapartidas sociais, que estão sendo realizadas por intermédio da Seinc, com a doação de dez ambulâncias, que serão entregues nos próximos dias.
Bacabal

Pela manhã também desta quarta-feira, com a intermediação de Simplício Araújo, o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Júlio César Mendonça, recebeu uma comissão de produtores rurais de 12 comunidades da zona rural de Bacabal desassistidos pelo poder público municipal e que buscam benefícios como kits de irrigação, barracas para feira e implementos agrícolas, pleiteados e prontamente atendidos pelo secretário.

Acompanhando a comissão estavam o empresário Fabilsom Barros, presidente do diretório municipal do Solidariedade em Bacabal; Rogério Santos, ex-vereador; e Manuel de Jesus, ex-secretário municipal de Agricultura.

“Estamos juntos tentando fazer o elo entre os produtores de Bacabal e o Governo do Estado já que a prefeitura não busca esta ferramenta tão importante para o desenvolvimento de nosso município”, disse Fabilsom.
TV Cidade

Antes de promover essas ações na capital, Simplício Araújo mais uma vez esteve em Bacabal onde cumpriu agenda política e concedeu entrevista ao apresentador Israel Braga. A gravação irá ao ar nesta quinta-feira (1), a partir do meio-dia, no programa Balanço Geral, TV Cidade (canal 7).

O titulara da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) teceu comentários sobre a situação administrativa do município e de outros assuntos relacionados a sua atuação.