Blog do Sérgio Matias

Sob a direção de um forte general, não haverá jamais soldados fracos. (Sócrates).

29/07/2019

Tio do secretário de saúde de Bacabal é preso acusado de fraudar processo licitatório

Esquemas para desviar dinheiro público não são novidade. As quadrilhas especializadas nesta modalidade de crime atuam no Brasil do Oiapoque ao Chuí e praticamente todos os dias vemos exemplos divulgados na mídia, como ocorreu com a operação que resultou nas prisões temporárias do secretário de Infraestrutura do município maranhense de Aldeias Altas, Antônio José Sousa Paiva.

Deflagrada na terça-feira (16) pela Polícia Civil e Ministério Público do Maranhão (MP-MA) a operação também prendeu o presidente da Comissão Permanente de Licitação do município, Jaime Neres dos Santos.

As investigações apontaram que as irregularidades foram detectadas na contratação da empresa M.L. Barroso Moura – ME para serviços de limpeza urbana na cidade, em 2017. O contrato com a empresa foi aditivado em 2018 e, também, em 2019. Ainda segundo as investigações, todo o processo foi superfaturado.

Foram identificados, ainda, durante as investigações, fraudes no processo licitatório envolvendo a empresa vencedora e as duas que ficaram em subsequente. Só a empresa Impacto Construção Civil Ltda recebeu mais de R$ 1 milhão da empresa vencedora M. L. Barroso Moura - ME.

Como apontado na investigação, a M.L. Barroso Moura - ME transferiu dinheiro para parentes de Antônio José Sousa Paiva e Jaime Neres dos Santos, esse, tio de James Soares dos Santos, atual secretário de Saúde de Bacabal.

A família radicada em Caxias atua há anos exercendo funções contábeis para diversas prefeituras do estado.

James assumiu a Secretaria de Saúde de Bacabal, no dia 18 de junho desse ano, por indicação de outro tio dele, Joaci dos Santos.

“Após analisarmos e pensarmos bastante sobre quem poderia assumir este cargo, percebemos que o James é homem capaz e acredito que ele fará um bom trabalho. Também peço a todos os funcionários desta secretaria que continuemos trabalhando com boa vontade e determinação que com certeza é a união que faz a força e o resultado será uma saúde cada vez melhor para o nosso povo”, disse o prefeito durante a solenidade de posse do novo secretário.
Antes de James, ocuparam o cargo o bioquímico farmacêutico  Silas Duarte e o médico e vereador Dr. Lula. Ambos acabaram pedindo exoneração por não concordarem com as ingerências na pasta, sobretudo do deputado Roberto Costa e do advogado Emílio Carvalho.
A ação que resultou na prisão de um integrante da família do secretário James é fruto de investigações do Ministério Público do Maranhão por meio 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Caxias e das unidades do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), de São Luís e Timon, além da participação da Polícia Civil, por meio da Superintendência de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor) e da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI).