últimas Notícia

banner-DO-ESTADO-2019.jpg

06/04/2019

"MORREU, MAS EU ESCULHAMBO": Vereador da tropa de choque do prefeito de Bacabal insulta memória de Zé Vieira

Venâncio do Peixe éé um dos braços direitos e porta-vozes do prefeito.
Bacabal vive refém de uma administração patética e nada confiável.

No poder legislativo a população também não anda sendo bem representada. Os membros da atual legislatura que iniciou em janeiro de 2017 têm assistido a tudo praticamente de braços cruzados. Pior ainda quando se trata dos doze vereadores que compõem a  bancada governista. 

Esses não só fecham os olhos para os problemas, como alguns até compactuam com os desmandos do executivo. Outros confundem os papeis e agem como se fossem empregados do prefeito, chegando a se confrontarem com os cidadãos comuns.

Foi o caso de Venâncio do Peixe (PDT).

Num dos constantes debates políticos nas redes sociais o vereador tomou as dores de Edvan Brandão que na ocasião era severamente criticado, como já se tornou comum.

Sem bons argumentos para contrapor a opinião de uma internauta, Venâncio acabou sendo indelicado. “Vocês têm que pelo menos caçar um namorado, essas mulheres solteiras que vivem se batendo com a vida de Edvan. Vão procurar trabalhar. Passam o dia todo falando besteira”, retrucou.

Com o debate ainda mais acalorado o vereador exagerou e se esqueceu que há alguns dias Edvan Brandão e todo o grupo político que ora ocupa a prefeitura rendeu homenagens e derramou lágrimas (de crocodilo) durante o funeral do ex-prefeito Zé Vieira. “É tu [a internauta] falar do Edvan que eu vou esculhambar o Zé Vieira, aquele velho ladrão, safado. Morreu, mas eu esculhambo”, ameaçou.


Venâncio do Peixe não foi o único aliado do atual prefeito que já agrediu verbalmente Zé Vieira depois de morto.
banner-DO-ESTADO-2019.jpg