últimas Notícia

banner-CL-NICA-M-DICA-POPULAR-GIF

08/03/2019

Vereador de Bacabal leva “porta na cara” ao cobrar cala-boca atrasado

Eleito na oposição, Irmão Leal (MDB) foi um dos vereadores que não resistiu aos encantos do dinheiro fácil e benesses do poder. Pouco depois de assumir o mandato já estava à serviço dos interesses pessoais do prefeito, deixando em segundo plano as expectativas da população.

De fiscal do povo a subserviente do poder executivo,  Irmão “Desleal”, como por inúmeras vezes foi taxado em palanques, também é um dos que usa de requerimentos, propostas e indicações menos relevantes para ludibriar a opinião pública.

É dele, por exemplo, a indicação encaminhada ao prefeito sugerindo a realização de capina e limpeza da área interna do cemitério do Axixá, localizado na rua Djalma Dutra. Serviços que qualquer gestão de vergonha deveria fazer sem que fosse necessária a sugestão de um vereador.

Anota aí

Passada a quarta-feira de cinzas lá estava Irmão Leal batendo à porta da mansão do advogado Emílio Carvalho alugada pela prefeitura para funcionar a Controladoria Geral do Município enquanto ele permanece morando com a família.

O vereador foi cobrar o repasse mensal acordado com o prefeito em troca do seu silêncio na câmara.

Ainda desfazendo as malas da viagem a Barreirinhas para passar o carnaval em um luxuoso resort, Emílio não se dispôs a dedicar um minuto sequer do seu precioso tempo para atender o vereador aliado que aguardava em pé do lado de fora da mansão.

Se utilizando de um interlocutor, o advogado manteve a seguinte conversa com Irmão Leal:

Interlocutor - Irmão Leal ai fora.

Emílio Carvalho – O que ele quer comigo?

Interlocutor - Ele quer falar contigo.

Emílio Carvalho - Diz pra ele anotar num papel e me mandar o que ele quer falar.

Interlocutor – Vereador, o doutor disse que não pode atende-lo e pra você anotar num papel o teor do assunto.

Irmão Leal -  Não vou anotar nada, ele sabe muito bem a única coisa que eu quero.

Interlocutor - Darei seu recado.

Aborrecido e de mãos abanando o vereador deu meia-volta, entrou no carro e foi embora.
banner-DO-ESTADO-2019.jpg