últimas Notícia

banner-DO-ESTADO-2019.jpg

21/02/2019

Solto como pinto no lixo – Parte II

Foto: Blog do Edmilson Moura.
José Alberto Veloso é tranquilo, excelente pai de família, bom de papo e entende de gado como ninguém, tanto que é fazendeiro bem sucessedido.

Todos esses e outros atributos fizeram o povo bacabalense apostar nele para ser prefeito.

Esse engano custou caro. De 2013 a 2016, período do seu mandato, o município padeceu bastante, muitos até achavam que seria impossível gestão tão fraca.

Mas, infelizmente, o “pior que tá não fica”, slogan da campanha a deputado federal do palhaço Tiririca, não prevaleceu no caso da admistração pública municipal.

A gestão atual, em oito meses, já superou a de  Zé Alberto em absolutamente todos os aspectos negativos.

Tanto isso é verdade que a impopularidade de Edvan Brandão tem encorajado o próprio Zé Alberto a voltar a fazer politicagem, ainda os poucos, mas retornou à cena.
Os portões de seu casarão, na rua Magalhães de Almeida, que viviam fechados, já voltaram a ser escancarados para o povo, muito embora, com “acesso” restrito até a calçada.

Lá é onde ele senta numa cadeira, e cercado de meia -dúzia, se diz feliz em ter passado para frente o nada honroso título de “pior prefeito de Bacabal”.

“Agradeço demais aquele menino, o Edvan”, diz Zé Alberto estampando sorriso de uma ponta a outra.

banner-DO-ESTADO-2019.jpg