últimas Notícia

banner-DO-ESTADO-2019.jpg

23/02/2019

Pela segunda vez Prefeitura de Bacabal adia o início das aulas e cancela Jornada Pedagógica

Planejamento e seriedade no trato com a coisa pública passam longe da gestão do prefeito Edvan Brandão de Farias (PSC).

Sem que seja necessário esticar o assunto citando outros exemplos, basta nos ater a área da Educação onde sequer estão sendo capazes de dar início ao ano letivo, prejudicando o aprendizado do alunado matriculado nas escolas municipais.

A principio as aulas deveriam ter iniciado no dia 18 de fevereiro. No entanto, por circular informativo, a Semed alegou que estava adiado “em virtude de algumas demandas pendentes”, e estabelecendo outra data, a próxima segunda-feira, dia 25.

Porém, não é isso que irá acontecer.

Em outro informativo interno deste sábado (23), direcionado aos gestores dessas escolas, a Secretaria Municipal de Educação  diz: “Por motivos superiores estamos adiando o início do período letivo de 2019 para o dia 07 de março”.

A Jornada Pedagógica planejada para os dias 7 e 8 do referido mês também não tem mais data certa para acontecer.

Cartas marcadas

Quando a gestão Edvan Brandão de Farias entender por iniciar o ano letivo, em algumas escolas as aulas se darão em meio aos trabalhos de reformas colocados em ação sem que antes houvesse o processo de licitação para tomada do menor preço, e que só ocorrerá na próxima terça-feira (26).
No tocante a essa e outras licitações com cartas marcadas, há ainda a suspeita que vereadores da bancada governista e  secretários municipais estão se utilizando de empresas em nomes de terceiros para abocanhar contratos de prestação de serviços, e que essa prática é forma de recompensa-los pela "venda nos olhos" para os desmandos do prefeito e sanguessugas que estão operando em diversos setores da administração.

"A gente somos inúteis" 

Se por um lado há vereadores que dão sustentação as falcatruas da gestão Edvan Brandão de Farias, por outro há aqueles que se apresentam como oposição, mas que na verdade nada fazem para conter a bandalheira. É a bancada "cega, surda e muda", que vira as costas para o povo na hora da maior necessidade,  mas, que, certamente reaparecerá nas vésperas das eleições municipais.

Estamos só de olho...
banner-DO-ESTADO-2019.jpg