Blog do Sérgio Matias

Sob a direção de um forte general, não haverá jamais soldados fracos. (Sócrates).

27/01/2019

Mulher tem o pescoço atingido por linha de cerol e o caso vai parar na delegacia

O desentendimento entre vizinhos foi parar na permanência da Delegacia do 1° Distrito de Bacabal, na manhã deste domingo (28). A confusão ocorrida no residencial Bela Vista começou por conta de uma linha com cerol que por pouco não causa uma tragédia.

A vítima, identificada como “Irmã Célia”, feriu o pescoço ao ser atingida pela linha. Ela passava pela rua em uma motocicleta.
O ferimento só não foi mais grave em função da vítima ter reagido rápido quebrando a linha com uma das mãos.

Victor da Silva Oliveira, conhecido como “Penicão”, era quem empinava a pipa. Ele reside próximo de “Irmã Célia” e não gostou da atitude dela.

Os dois acabaram discutindo.

Acidentes

Muitos acidentes fatais ocorrem com motociclistas e ciclistas que passam por áreas onde crianças e adolescentes empinam pipas. Geralmente, nos casos fatais, é o pescoço do motociclista, ciclista ou pedestre que entra em contato com a linha de pipa com cerol. São, também, vítimas do cerol: aeronaves, pedestres, paraquedistas, skatistas e outros.

Atualmente, em alguns municípios brasileiros, que não é o caso de Bacabal, existem leis que proíbem o seu uso e venda.

O vendedor de cerol pode ser preso, além de pagar multa.

Bandeira 2

O repórter Romario Alves conversou com os dois envolvidos e a reportagem irá ao ar na manhã desta segunda-feira (28), a partir das 6h45, no Programa Bandeira 2 (TV Difusora).