URGENTE! Filha de caminhoneiro desaparecido após assalto em Bacabal diz que pai manteve contato

06/12/2018
Uma das filhas do caminhoneiro pernambucano Obadias Pereira da Silva, de 44 anos de idade, feito refém e obrigado a conduzir o caminhão baú utilizado durante o assalto a central de distribuição do Banco do Brasil, em Bacabal, no último dia 25 de novembro, e posteriormente achado incendiado em uma estrada vicinal, diz ter mantido contrato com o pai que estaria no município de Nova Olinda, no Maranhão. “Meu pai apareceu, ligou para minha mãe, foi libertado [pelo bando] na terça-feira (4), ta debilitado, com muita fome, não consegue andar.”, disse.

Ainda segundo ela, a família já entrou em contato com a polícia e estaria vindo para Bacabal. “O delegado disse que irão buscá-lo”, completou.

No final da tarde o blog obteve a informação que o caminhoneiro já se encontrava na Delegacia de Polícia Civil do município de Araguanã, mesma região de Nova Olinda de onde ele manteve os primeiros contatos com a família em Recife.
O Blog do Sérgio Matias teve acesso à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) que ele estava portanto quando foi localizado.

A qualquer momento mais informações.
Família angustiada

Antes de desaparecer, Obadias enviou um áudio aos parentes, que moram no Ibura, Zona Sul do Recife, informando sobre a ação criminosa.  “Neste momento, eu estou aqui como refém, aqui na estrada. Estão explodindo banco e eu estou na BR. Só Deus aqui. É tanto tiro e eu estou aqui como refém”.

A qualquer momento novas informações.

Bandeira 2

Todos os detalhes você terá no programa Bandeira 2 (TV Difusora), a partir das 6h45, desta sexta-feira (7), com apresentação de Romário Alves.

Leia também

Next
Faça seu comentário

0 comentários: