Doze dos bandidos presos em Santa Luzia do Paruá já foram identificados; apenas 1 ainda não se sabe o nome

04/12/2018
Geuzimar Venâncio de Oliveira, vulgo “Sardinha”, de 52 anos de idade, natural de Galileia;/MG;

Alexandre Gomes de Moura, vulgo “Xibim”, 41 anos de idade, natural de São Paulo/SP;

Wagner César de Almeida (responsável pelos explosivos), 45 anos de idade, natural de Osasco/SP;

Robson César Ferreira, 34 anos de idade, natural de São Caetano do Sul/SP;

George Ferreira Santos, vulgo “Capenga”, de 27 anos de idade, natural de Salvador/BA;

Ricardo Santos da Silva, vulgo “Ricardinho”, de 38 anos de idade, natural de Morro do Chapéu/BA, usava o nome falso de Pablo da Silva Gomes;

José Eduardo Zacarias Barboni, de 36 anos de idade, natural de São Paulo/SP;

Derli Luiz Gilioli (motorista do caminhão baú), de 43 anos de idade, natural de Chopinzinho/PR;

Valdeir Carvalho dos Santos, vulgo “Velho” ou “Coroa”, de 49 anos de idade, natural de Sergipe;

Fábio Batista de Oliveira, vulgo “Pardal”, de 38 anos de idade, natural de São Paulo/SP.

Mortos no confronto com a polícia

Arthur Silva Santos, natural de Paraisópolis/SP;

Vadenilson Moreira, natural de Diadema/SP;

O terceiro bandido ainda não foi identificado.

EM TEMPO: Como a polícia não repassou à imprensa os nomes relacionados às fotos de cada bandido, especula-se nas redes sociais que esse morto na foto abaixo seja Francisco das Chagas Barros, conhecido como “Tita Vasco”, ex-morador de Bacabal que está foragido desde 2011 quando teve a prisão preventiva decretada pelo crime de estupro.

Porém, por parte da polícia ainda não há nenhuma informação oficial em relação a isso.
"Tita Vasco", à esquerda, fugiu de Bacabal há 7 anos.

Leia também

Next
Faça seu comentário

0 comentários: