Soldado do Corpo de Bombeiros preso em Bacabal é colocado em liberdade, mas terá que cumprir medidas cautelares

28/11/2018
O soldado do 6° Batalhão de Bombeiro Militar, seriado em Bacabal, Gustavo Lima Mendes, foi colocado em liberdade na tarde desta quarta-feira (28) por determinação judicial.

Ele se encontrava preso deste a manhã de terça-feira (27) quando compareceu a delegacia de Polícia Civil  para devolver a quantia de cinco mil reais que havia se apossado durante a ação do bando criminoso que invadiu Bacabal no último domingo (28) para assaltar a central de distribuição do Banco do Brasil.

Em entrevista coletiva na capital o secretário de segurança pública Jefferson Portela garantiu que a determinação era para que o soldado fosse autuado por furto noturno e que seja apurado se ele só estava de posse da quantia devolvida. "Não temos como saber se ele pegou só cinco mil, ele se colocou numa situação grave porque é servidor público e tem o dever de não cometer crime, como qualquer cidadão", disse.

Em liberdade, Gustavo terá que cumprir medidas cautelares como não mudar de residência sem a prévia comunicação a justiça, não se ausentar da cidade por mais de oito dias, nem frequentar bares, casas noturnas e estabelecimentos similares.

Ainda de acordo com a decisão, a prisão preventiva do soldado será decretada caso desobedeça as medidas cautelares.

Leia também

Next
Faça seu comentário

0 comentários: