O povo tá é liso... e agora na lama também

07/11/2018
Bastaram as primeiras chuvas do inverno rigoroso que se avizinha para a população bacabalense, sobretudo, dos bairros mais carentes de infraestrutura, sentir na pele as consequências do trabalho feito às pressas pela Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo, que, mesmo em período vedado pela Justiça eleitoral, asfaltou e raspou ruas e avenidas.

A água que caiu na tarde desta terça-feira (6) transformou vias inteiras em mar de lama, a exemplo da avenida D, no bairro Frei Solano. O registro foi feito pelos próprios moradores. “Logo vi que um serviço feito naquela correria de eleição não sairia a contento, foi dinheiro público, dinheiro nosso jogado fora. Isso tudo para ganhar votos”, protestou um morador.
Quem também está sofrendo as consequências do comprometimento das finanças do município durante a campanha eleitoral são os servidores públicos contratados na véspera do pleito e que incharam a folha de pagamento. Sem receber seus salários, alguns foram demitidos um dia após a eleição e muitos deles que permanecem estão passando por constrangimentos com cobradores batendo à porta e sem crédito no comércio.
Faça seu comentário

0 comentários: