Menor que ajudou a matar e jogar o corpo do tio em poço foi ao velório da vítima

23/11/2018
Em depoimentos prestados ainda na noite desta quinta-feira (22) os dois menores de idade, de 16 e 17 anos, confessaram a autoria do crime de latrocínio (roubo seguido de morte) que teve como vítima Manoel Gonçalves da Silva, o ‘Manoel da Madalena’, de 66 anos de idade, encontrado sem vida no fundo de um poço cacimbão de sua propriedade rural, localizada no povoado Nova Olinda, município de Lago Verde.

De acordo com o menor de 17 anos, o sobrinho da vítima foi quem desferiu as primeiras pauladas na cabeça do idoso que desfaleceu e, posteriormente, foi jogado dentro do poço.

Durante as investigações conduzidas pelos IPCs da 16ª Delegacia Regional de Bacabal, depois de assassinar o tio com a ajuda do comparsa, o menor de 16 anos teria ido até a residência da vítima, na sede do povoado, de onde subtraiu a quantia de R$ 40,00 (quarenta reais).

A polícia ainda investiga se a intenção dos menores era se apossar dos R$ 14 mil provenientes da venda de alguns gados do idoso, que, no entanto, estavam com um irmão dele.

O que causou mais indignação na família de 'Manoel de Madalena' é que o menor ainda foi ao velório do tio, no momento que foi apreendido e revelou a identidade do comparsa.

ENTENDA O CASO:

IDOSO É ESPANCADO E JOGADO EM POÇO CACIMBÃO; CORPO FOI LOCALIZADO POR FAMILIARES

Leia também

Next
Faça seu comentário

0 comentários: