“Para quem está se afogando jacaré é tronco”

11/10/2018

Evangélico daqueles, como se diz, de andar com a bíblia debaixo do braço, o gestor interino de Bacabal, Edvan Brandão (PSC), parece ter aprendido rápido a gostar do vale-tudo pelo poder.

Assim que foi escolhido como o candidato a prefeito do grupo João Alberto e da família Sarney, ele deu início as articulações visando formar a coligação de partidos em torno de seu nome.

Um dos primeiros a ser procurado foi o Partido dos Trabalhadores quando aos membros do diretório municipal fez juras de amor eterno ao ex-presidente Lula e deu garantias de apoiar o candidato da legenda na corrida presidencial. Assim, o PT bateu o martelo e hoje faz parte da coligação ‘Bacabal em primeiro lugar’ formada ainda pelo PSL, MDB, DEM, PSC e PV.

Na porta do comitê central havia, inclusive, um enorme banner com a foto de Edvan ao lado de Luiz Inácio Lula da Silva.
No entanto, com a vitória de Jair Bolsonaro no primeiro turno da eleição para presidente, Edvan Brandão parece ter se esquecido das promessas, e, para tentar tirar vantagens eleitoreiras, agora declara voto ao candidato do Partido Social Liberal.

A informação, a princípio, foi divulgada pelo jornalista Abel Carvalho e, segundo ele, é de uma fonte muito próxima a Brandão, que justifica a tomada de decisão por ser filiado a uma legenda social cristã, evangélico e diácono da igreja Assembleia de Deus, além de se identificar muito com as propostas de Bolsonaro para o país.

Em outras palavras, como diz o dito popular, “para quem está se afogando jacaré é tronco”.
Faça seu comentário

0 comentários: