Jovens se dizem vítima de calote e choram em porta de comitê em Bacabal

02/10/2018

O trecho do centro comercial de Bacabal onde foi instalado o comitê central da campanha a prefeito de Edvan Brandão (PSC) e a deputado estadual de Roberto Costa (MDB) ficou com o trânsito congestionado por algumas horas durante a tarde desta terça-feira (02) em função da aglomeração de pessoas em frente ao QG dos dois candidatos.

Pelo que a equipe de reportagem da TV Mearim apurou, jovens contratadas para trabalhar na campanha segurando bandeiras estariam revoltadas por estarem a cerca de duas semanas sem receber pelo serviço prestado.

Elas concederam entrevista, algumas inclusive não conseguiram conter as lágrimas. “Estamos aqui desde cedo. Eles ainda acham que a gente está errada”.

O repórter André Luís entrevistou ao menos cinco dessas jovens e constatou a revolta pelo atraso do pagamento. A reportagem irá ao ar nesta quarta-feira (03) durante o programa Cidade Viva, a partir do meio-dia.
Essa situação vexatória e embaraçosa não é a única.

Os servidores contratados e comissionados da Prefeitura de Bacabal estão sendo obrigados a se fazer presente nos eventos de campanha de Edvan Brandão (PSC) e de Roberto Costa (MDB), candidatos a prefeito e deputado estadual, respectivamente.

Obviamente que apavorados com o temor do desemprego, a maioria tem se sujeitado a ir, entretanto, nem todos comparecem apenas para bater palmas.

Na terça-feira (25) durante arrastão no bairro da Areia, Edvan Brandão percorria algumas ruas abraçando e cumprimentando crianças, jovens e idosos, quando, em determinado momento, caminha em direção a uma senhora que, ao apertar sua mão, clama para que o mesmo pague seu salário. “Mande pagar meu salário, viu, que está atrasado”, disse a servidora que até o momento não foi identificada pelo blog.

Edvan se mostra surpreso, entretanto nada responde e sai de fininho, à francesa.

A gravação vem sendo compartilhada nas redes sociais e, por conta desse constrangimento, a coordenação da campanha do gestor interino já determinou que nesta quarta-feira (26), quando a campanha terá continuidade, seja feita uma corrente humana em volta de Edvan para evitar que alguém chegue muito próximo.

Abraços e apertos de mãos não deverão faltar, porém, dessa vez os servidores que farão isso serão previamente escolhidos a dedo.
A campanha a prefeito de Edvan Brandão (PSC) não tem surtido os efeitos desejado pela coordenação e isso também é reflexo da inercia de sua gestão conduzida a quatro mãos desde o início.

O deputado Roberto Costa (MDB) é quem se mantém até hoje à frente de tudo, seja no que tange a parte administrativa do município, seja da campanha eleitoral.

Leia também

Next
Faça seu comentário

0 comentários: