Edvan Brandão deve perder apoio do PT em Bacabal

12/10/2018
Banner colocado em frente ao comitê central de
Edvan Brandão antes dele mudar de lado.

O inferno astral do gestor interno de Bacabal parece não ter fim. A notícia que dá conta da mudança dele de lado em relação a disputa pela presidência da república caiu como uma bomba nas hostes petista em Bacabal.

É, que, como já dito, Edvan Brandão (PSC) fez juras de amor ao Partido dos Trabalhadores quando costurava alianças em torno de sua candidatura a prefeito e, assim, conseguiu incluir a legenda em sua coligação.

Porém, essa semana, após o primeiro turno em que Jair Bolsanaro (PSL) teve maioria de votos, o gestor interino anunciou a mudança de lado.

Com essa “facada pelas costas” a presidência do diretório municipal do PT deverá pedir a intervenção estadual para retirar o apoio do partido a Edvan.

“A presidência e alguns membros do diretório nunca apoiaram essa coligação. Se vier acontecer o apoio de Edvan a Bolsonaro fica ainda mais desmoralizada essa aliança. Nesse caso é pedir uma intervenção estadual”, disse Raimundo Sousa, presidente do PT no município.
Faça seu comentário

0 comentários: