Jovem bacabalense é morto ao tentar recuperar celular roubado

19/08/2018

Informações atualizadas

As primeiras informações sobre o crime foram divulgadas na página oficial do Bacabal Muita Treta, no Facebook, dando conta que a vítima estava em Santa Inês à serviço da empresa CGB Energia. "ele foi assaltado, reconheceu o ladrão e foi lá na casa da avó do rapaz e disse que não queria o celular, só o chip... E a velha disse para ele voltar que daria... E quando ele voltou o ladrão já estava esperando. Quando ele [Wermeson] viu, saiu correndo e o ladrão deu duas facadas".

Daí, diante da enorme repercussão e comoção, o Blog do Sérgio Matias se aprofundou mais no caso e, depois de manter alguns contatos, foi informado por familiares que a vítima teve seu aparelho tomado de assalto por volta das 17 horas do domingo (12) quando se encontrava no povoado Bambu, zona rural de Pindaré-Mirim, 

Como o local é pequeno e há familiares da vítima que residem lá, logo foi possível identificar o bandido, de alcunha 'Ferrugem', sendo, que, a própria avó do assaltante se comprometeu a devolver o aparelho.

Horas depois, ao ir na residência da idosa localizada na Colônia Pimentel, acompanhada de um primo, a vítima foi surpreendida pelo assaltante que lhe atingiu com duas facadas no abdômen após cair ao tentar correr.

O primo da vítima ainda agrediu o assassino a pauladas.

Wermeson Mendonça Pereira, de 26 anos de idade, morador da rua Frederico Leda, em Bacabal, foi socorrido e levado às pressas para o Hospital Macrorregional de Santa Inês onde permaneceu internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) até às 11 horas deste domingo (19),  quando sofreu algumas paradas cardíacas e morreu.

O corpo foi transladado para o município de Monção, onde reside os pais de Wermeson, porém, o corpo retornará para o povoado Bambu para ser sepultado nesta segunda-feira (20).

O blog ainda está tentando colher mais detalhes do caso e também foi informado que o autor do crime não chegou a ser preso.
Faça seu comentário

0 comentários: