AJUDE! Sobrevivente de acidente em que ex-jogador do BEC morreu precisa de ajuda

18/04/2018


Do acidente automobilístico ocorrido na rodovia BR-316, por volta da 1 hora da madrugada da última segunda-feira (16), quando duas pessoas acabaram morrendo, ainda há um dos sobreviventes lutando para se recuperar das graves lesões que sofreu.

Stélyo dos Santos da Silva (foto acima), mais conhecido como Theo, 28 anos de idade, foi resgatado com um corte na cabeça, que, posteriormente, foi constatado no Hospital Regional Laura Vasconcelos, que, apesar de grave, só atingiu o couro cabeludo. Porém, ele sofreu fraturas nos pulsos, dedos das mãos e ainda não recuperou o movimento nas pernas.

Por essa razão a família de Stélyo resolveu recorrer ao plano de saúde para dar prosseguimento ao tratamento. Uma cirurgia está marcada para acontecer em um hospital de Teresina/PI para onde ele foi transferido na tarde desta terça-feira (17). Ainda assim, como o paciente necessita de medicamentos e acompanhantes, está sendo feita uma campanha visando conseguir ajuda financeira para custear as despesas com remédios, estadia e alimentação.

Segue abaixo a conta bancária em nome da irmã de Stélyo.

Agência: 0528-2
Conta Corrente: 59755-4
Banco do Brasil
Snelya dos Santos da Silva

A tragédia

No veículo Toyota/Corolla, cor prata, estavam seis pessoas, entre elas José Wanderson Lisboa Madeira, 24 anos, ex-jogador do Bacabal Esporte Clube, conhecido como Wanderson Bacabal, e Werleth Belfort Carvalho, morador do município de Satubinha, de onde as vítimas voltavam após participarem de uma partida de futebol amador.

Wanderson e Werleth morreram no local. Stélyo, que também chegou a jogar futebol profissionalmente, foi socorrido com ferimentos graves, enquanto outros dois receberam atendimento médico e já foram liberados.

A única vítima que o blog ainda não teve informação sobre o estado de saúde dela é o bombeiro militar Leandro Cruz, de 29 anos, que dirigia o Corolla, mas, que, no entanto, não estava mais no local quando a equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência chegou para prestar socorro.
Se supõe que ele tenha recebido atendimento na ambulância do 6º Batalhão do Corpo de Bombeiros que foi a primeira a chegar no km 320, na altura do povoado Zé Chicão.

A causa do acidente teria sido o estouro de um pneu após passar por um buraco na pista, fazendo o carro perder o controle.

Faça seu comentário

0 comentários: