Presidente da Câmara de Vereadores de Bacabal conspira contra o prefeito Zé Vieira, diz deputado André Fufuca

06/01/2018


O deputado federal André Fufuca (Progressista) usou as redes sociais nesta sexta-feira (6) para reprovar a atitude do presidente do legislativo bacabalense, Edvan Brandão (PSC), que, no intuito de criar um clima de instabilidade na administração pública municipal, insiste em usar a Câmara de Vereadores para seus intuitos politiqueiros. “Mais uma vez a Prefeitura de Bacabal sofre ataques daqueles que preferem a luta interminável pelo poder ao bem-estar do povo. Afoitos pela disputa esquecem que eleição se disputa de quatro em quatro anos, e paralisam a administração pública local.

O prefeito Zé Vieira venceu nas urnas e vence também nos tribunais. Contudo, os malfeitores da política de Bacabal não se dão por vencidos e a cada dia conspiram contra o prefeito e contra a população”, disse o deputado.

O município, através da Assessoria de Comunicação, se pronunciou em nota sobre o ato de Edvan. Leia abaixo.

O suposto afastamento do cargo de chefe do executivo bacabalense, feito através do ato 01/2018 assinado pelo presidente da Câmara Municipal de Bacabal, vereador Edvan Brandão, no entendimento do prefeito Zé Vieira e dos seus advogados não tem validade e consistência, pois usa como fundamento legal uma decisão do vice-presidente do TJMA, Lourival Serejo, sobre questão de competência da relatoria do processo de uma aação rescisória, onde foi reconhecido o desembargador Ribamar Castro como competente para decidir sobre o caso. Porém, já existe uma decisão favorável ao prefeito de Bacabal no tocante a sua permanência no cargo dada pelo desembargador Raimundo Melo, por meio de um mandado de segurança que só pode ser derrubada pelo pleno do Tribunal de Justiça do Maranhão.

O prefeito Zé Vieira, portanto, permanece no cargo e declara que já comunicou ao MPMA e ao juiz da 4ª Vara da Comarca de Bacabal sobre as arbitrariedades do ato ilegal e desprovido de interpretação jurídica do presidente da Câmara Municipal, e lamenta que este ato irresponsável cause novamente instabilidade política e administrativa no município de Bacabal.

Israel Braga

Leia também

Next
Faça seu comentário

0 comentários: