Mãe que teve o filho preso acusado de feminicídio sai em defesa dele e clama por sua liberdade

11/12/2017


Maria Deusamar teve o maxilar fraturado pelo agora
ex-companheiro.
Na gravação de vídeo enviada ao blog, dona Pedra Sousa Santos Silva, de  65 anos de idade, moradora do povoado Boa Vista da Taba, zona rural de Bacabal - e mãe de Gilson Santos Silva, de 34, preso desde a última terça-feira (5) quando teve a prisão preventiva decretada - saiu em defesa do filho.

Ele é acusado do crime de feminicídio tentado contra sua então companheira Maria Deusamar Alves Silva, de 31 anos, que teve o maxilar fraturado e sofreu outras lesões pelo corpo ao ser violentamente agredida pelo próprio companheiro durante uma discussão motivada por ciúmes.

Os dois estavam juntos há aproximadamente 10 meses e a briga ocorreu no último dia 24 de novembro durante uma festa no povoado onde o acusado reside.

Dona Pedra Sousa nega que o filho tivesse ciúmes excessivos de Maria Deusamar, tanto é, segundo ela, que o filho não impedia que a ex-companheira andasse “nua”. “Ela tá com o nome do meu filho espalhado aí na internet, dizendo tudo enquanto que ele é, mas meu filho nunca foi em delegacia, agora se encontra preso. Quero que solte meu filho”, disse.

A mãe de Gilson disse mais: “Ele é um homem trabalhador, ele é honesto, tem pai, tem mãe, tem irmãos. Ele tá sofrendo isso não é por falta de conselho. Ele já estava perdendo até os amigos porque ela não permitia que ele pegasse na mão de ninguém, que falasse com alguém”, completou.
ENTENDA O CASO:

Homem enciumado quebra o maxilar da companheira e tenta furar os olhos dela; uma pessoa próxima incentivava: “mata ela!”


Acusado de fraturar maxilar da companheira durante discussão é preso em Bacabal

Leia também

Next
Faça seu comentário

0 comentários: