GOVERNO DO MARANHÃO

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

PUBLICIDADE

BANNERS-DEZEMBRO-3.gif

terça-feira, 28 de novembro de 2017

BACABAL: Homem enciumado quebra o maxilar da companheira e tenta furar os olhos dela; uma pessoa próxima incentivava: “mata ela!”


Maria Deusamar Alves Silva, de 31 anos, teve o maxilar fraturado e sofreu outras lesões pelo corpo ao ser violentamente agredida pelo próprio companheiro durante uma discussão motivada por ciúmes.

Os dois estavam juntos há aproximadamente 10 meses e a briga ocorreu na última sexta-feira (24), durante uma festa no povoado Boa Vista da Taba, zona rural de Bacabal.

Gilson Santos Silva, de 34, reside na localidade, e ainda se encontra em liberdade. De acordo com a vítima, ele exigiu que ela não olhasse, sequer, para as pessoas que estavam sentadas na mesa ao lado. Inconformada, Deusamar chamou Gilson para conversar no banheiro e questionou as razões para tanto ciúmes. Foi neste momento que começaram as agressões.

Os socos e empurrões se estenderam pelo salão e só cessaram já do lado de fora do local da festa onde Gilson montou no corpo da companheira e, enquanto desferia vários socos em seu rosto, chegou a segurar um pedaço de talo com a intenção de furar os olhos dela.

Já sem forças para se defender Deusamar pedia desesperadamente ajuda para pessoas que estavam na festa e só assistiam a cena. Ela conta que ninguém se dispôs a ajuda-la e, inclusive, houve quem incentivasse as agressões: “Mata logo ela!, mata ela!”.

A vítima, que reside no bairro Cohabinha, na sede do município, teve o maxilar fraturado e sofreu outras lesões."Ele me deixou com uma lesão para o resto da vida. Nem comer consigo e só ingiro bebida por canudo", diz.
Deusamar revelou, em uma entrevista exclusiva concedida ao repórter Romário Alves (TV Difusora), que depois de se livrar das garras do companheiro saiu correndo e pediu ajuda a uma agente comunitária de saúde e a Polícia Militar foi acionada, porém, o agressor ainda não foi preso.

Gilson chegou a comparecer espontaneamente na delegacia, mas, para registrar boletim de ocorrência contra Deusamar.

Ela também prestou depoimento à delegada Maria Augusta Pereira Santos Dominic, titular da Delegacia Especial da Mulher de Bacabal, que investigará o caso. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...