GOVERNO DO MARANHÃO

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

PUBLICIDADE

BANNERS-DEZEMBRO-2.gif

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

TOM AMENO: Vereador de Bacabal que atacou colegas volta a tribuna para pedir desculpas e dizer que se excedeu no calor da emoção



Na semana passada o vereador de Bacabal, Coronel Egídio Amaral, atacou os colegas de parlamento em várias oportunidades, os taxados de adjetivos como covardes e dando a entender que os mesmos se corromperam ao votarem a favor de um projeto de lei enviado à câmara pelo poder executivo.

A celeuma chegou às redes sociais e, incomodados com as severas críticas os vereadores que, assim como Egídio, fazem parte da bancada de oposição e até do mesmo partido, no caso o PMDB, foram se queixar para o senador João Alberto.

Alguns, bastante chateados, não se fizeram presente à reunião ocorrida no sábado (30) para, entre outras coisas, comemorar o aniversário do senador.

Preocupado com a proporção que o caso estava tomando o senador teria se reunido com Egídio Amaral (seu ex-ajudante de ordens no Palácio dos Leões na época em que foi governador) para se queixar e cobrar uma reparação perante os colegas.

Mea culpa

Nesta quarta-feira (4), quando da última sessão, o coronel já usou um tom bem mais ameno, muito diferente do anterior. Durante seu pronunciamento por várias vezes fez questão de pedir desculpas aos colegas e deixar claro que se excedeu no calor da emoção.

O vereador Venâncio do Peixe (PDT), que não se fazia presente na sessão que apreciou o projeto de lei sobre o aumento da taxa de iluminação públca e mesmo assim também foi alvo dos achicalhos, aproveitou um aparte lhe concedido para dar aquele ‘puxão de orelhas’ em Egídio.
Caridade alheia

Já quando quis se defender das críticas sobre a questão dos alimentos adquiridos por alunos de uma escola particular e doados a ele pela direção, o vereador imputou a culpa à perseguição da imprensa.

Os pedidos de desculpas aos pares e a fala de Venâncio do Peixe foram reproduzidas pelo próprio coronel nas redes sociais, onde  também trata da ação judicial que move contra o projeto de lei encaminhado pela Prefeitura de Bacabal.

LEIA TAMBÉM:

Vereador que detonou colegas é criticado nas redes sociais após fazer assistencialismo com cestas básicas conseguidas por alunos de escola

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...