GOVERNO DO MARANHÃO

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

PUBLICIDADE

BANNERS-DEZEMBRO-2.gif

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Irmãos que sairam do Maranhão para estudar em Minas Gerais são esfaqueados por mais de sessenta vezes; dois morreram e criminoso confessou autoria em grupo de WhatsApp



Darc Souza e Abner Calebe.
Darc Souza Queiroz, de 24 anos, e o irmão Abner Calebe de Souza, Nascimento, de 20, saíram de Grajaú, no Maranhão, para estudar na cidade de Patos de Minas, onde, na madrugada desta quinta-feira (5), foram mortos a facadas. Outra irmã dos dois, de 20 anos, também foi golpeada e levada com vida para o hospital.
Dámaris Nascimento.
O assassino, identificado como Pedro Queiroz Gonçalves, de 29 anos, é ex-marido de Darc Souza, com quem tem uma filha de dois anos e nove meses. O crime teria sido motivado por ciúmes.

A Prefeitura de Grajaú decretou três dias de luto. 

Entenda o caso

Os irmãos maranhenses foram morar em Patos de Minas para estudar no Centro Universitário. Darc Souza (recebeu 26 facadas), cursava psicologia, enquanto Abner Calebe de Souza Nascimento (recebeu 24 facadas), era aluno de engenharia elétrica. A terceira vítima da tragédia, Damáris Nascimento (recebeu 20 facadas), que segue internada, cursa engenharia ambiental na mesma instituição.

Pedro Queiroz gravou a confissão do crime em áudio e enviou por WhatsApp para diversas pessoas. A veracidade da gravação, que viralizou em grupos do aplicativo, foi confirmada pelo delegado que está à frente do caso, Érico Rodovalho. No áudio de 25 segundos, o autor se apresenta, diz o nome das vítimas e comunica que todos estariam mortos.

"Oi, gente. Boa noite. Aqui é o Pedro. Todo mundo já me conhece, só tô avisando que vamos ter velórios, né? Darc, Damaris e Calebe estão mortos porque eu matei, tá ok? Estou indo na delegacia agora me entregar, tá bom? Tchau", diz o agressor no áudio.
Motivação do crime

Testemunhas disseram à polícia que era madrugada quando o autor chegou ao prédio onde a ex-mulher estava vivendo há uma semana com os irmãos de 20 e 24 anos no Bairro Caiçara. O motivo do crime seria ciúmes. O criminoso suspeitava que a ex estava em outro relacionamento.

"Ele disse que chegou a amolar a faca [usada no crime], se preparou para aquilo. Ele chamou a ex, os dois começaram a discutir e ele começou a golpeá-la em várias partes do corpo. A irmã tentou interferir e acabou atingida. A ex ele golpeou na garagem e a outra [vítima] na escada. Ele ainda foi até o apartamento, onde encontrou o irmão da ex e o esfaqueou", contou o delegado com base no relato do jovem e de testemunhas.
Após cometer o crime, o rapaz, que trabalhava com serviços gerais, mas atualmente está desempregado, foi até a delegacia e se entregou. Detido em flagrante, ele teve a prisão convertida em preventiva à pedido do delegado e foi levado para o Presídio Sebastião Satiro, em Patos de Minas. Saiba mais.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...