GOVERNO DO MARANHÃO

PUBLICIDADE

BANNERS-DEZEMBRO-3.gif

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Polícia Civil prende homicida de Bacabal acusado de vários crimes


Com Informações PCMA/PMMA
Informações atualizadas

A Polícia Civil e a Polícia Militar de Peritoró prenderam na manhã desta sexta-feira (11) Carlielton Pereira Tudes, vulgo ‘Élton’, em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela 4° Vara da Comarca de Bacabal.
‘Élton’ é suspeito de vários homicídios a mando em Bacabal, tendo contra si expedido mandado de prisão em decorrência da morte de Álison Johnny Nascimento de Morais, no dia 27 de junho de 2016.
A Polícia Civil de Bacabal já investigava ‘Élton’ por vários outros homicídios, sendo que sempre ele assassinava suas vítimas, fugia para local desconhecido. Foi aí que a Polícia Civil de Peritoró descobriu o seu paradeiro no povoado São Benedito dos Barros, distante 30 km da sede do município.
No momento da prisão, ‘Élton’ estava de posse de uma escopeta calibre 12, de dois canos, municiada, mas não esboçou reação. ‘Élton’ será encaminhado para a Delegacia Regional de Bacabal, ficando à disposição da Autoridade Policial local e ao MM. Juízo que expediu o mandado para que responda pelos seus crimes.

Essas informações foram divulgadas em primeira mão pelo repórter Romário Alves (TV Difusora) durante o Bandeira 2. Maiores detalhes serão mostrados no programa Na Hora D, com Samuel David.

Tentativa de homicídio
Em outubro de 2015  ‘Élton’, que residia no bairro Vila São João, em Bacabal, foi alvejado a bala quando estava sentando na porta de casa e dois indivíduos se aproximaram em uma motocicleta Honda/Pop 100  efetuado os disparos.

Um tiro lhe atingiu o pé provocando uma fratura exposta. Socorrido, foi encaminhado ao Pronto Socorro Municipal e, posteriormente, transferido para o Hospital Regional de Peritoró.

Caso Álison Johnny 
Álison Johnny 
Álison  Jhonny Nascimento de Morais, de 24 anos, morador da rua André Mota, bairro Alto Cururupu, que foi alvejado por cerca de 7 tiros, em junho de 2016, na na rua Florêncio Monteiro, próximo ao Hospital Regional Laura Vasconcelos, centro de Bacabal, e não resistiu aos ferimentos vindo a óbito na sala de cirurgia do Hospital Geral de Peritoró, onde havia dado entrada com hemorragia interna.

De acordo com relatos, a vítima pilotava uma motocicleta trazendo sua esposa na garupa, quando foi abordado pelo criminoso que se aproximou só e em outra motocicleta.
Temendo pela vida do marido a esposa de Wallison Jhonny ainda chegou a tentar segurar um dos braços do atirador, porém, não teve exito e, por pouco, também não foi alvejada.

Como  a sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência fica a poucos metros do local do ocorrido, os socorristas conseguiram prestar com rapidez os primeiros socorros, inclusive, com massagens cardíacas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...