PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Bombeiro militar acusado de agredir ex-namorada se diz vítima e promete que a verdade virá à tona


Vanessa acusa o ex-namorado de
ciúmes obsessivos.
O caso dando conta das denúncias contra um bombeiro militar que, segundo a vítima, a teria agredido física e verbalmente é o assunto principal das rodas de conversas e mais ainda dos grupos de WhatsApp.

Como a população bacabalense toda já sabe, a técnica de enfermagem Vanessa Nogueira, de 23 anos de idade, acusa o ex-namorado, identificado como Luis Gustavo, de tê-la agredido na noite desta quarta-feira (9), por volta das 21h30.

De acordo com ela, Luis Gustavo chegou ao Hospital Geral de Bacabal (Socorrão) quando a mesma estava cumprindo o plantão e, aproveitando da sua distração, a pegou pelo braço e a levou até o estacionamento, onde aconteceram as agressões. “Começou a me bater, espancar, chutar, bater com a minha cabeça na parede. Me deixou com o corpo cheio de escoriações. Uma pessoa que faz isso não é normal, tem ciúme obsessivo, é coisa de louco”, disse aos prantos.

Vanessa narrou ainda que, após conseguir se livrar das garras do ex-namorado registrou ocorrência na delegacia e fez exame de corpo de delito para que a materialidade do crime seja atestada.

Versão do acusado

Porém, na manhã desta quinta-feira (10), Luis Gustavo entrou em contato para desmentir a versão contada pela ex-namorada e afirmou que comparecerá na delegacia para prestar esclarecimentos. “Ela se faz de vítima, inventou histórias, mas a verdade vai vir à tona”, disse Gustavo.

Diferente do que Vanessa contou ao blog, Luis Gustavo diz que ela é quem não aceita a separação ocorrida há cinco anos e, que, inclusive, responde processo por agressão a uma mulher. “É um carma em minha vida”, desabafou.

No relato de Luis Gustavo sua mãe é quem foi agredida por Vanessa. “Ela fez tudo de caso pensado. Eu fui buscar minha mãe, no momento da confusão ela [Vanessa] estava conversando ao telefone com minha namorada. Eu não entrei no hospital para agarra-la, eu estava no estacionamento e só intervi para evitar que Vanessa agredisse minha mãe. Não sei se usei força demais, mas perdi a cabeça e fiquei cego”.

Gustavo vive um outro relacionamento há dois anos.

ENTENDA O CASO:

Bombeiro militar é acusado de invadir hospital para agredir ex-namorada técnica de enfermagem


AOS LEITORES

O Blog do Sérgio Matias, como sempre, divulgar as informações com isenção e sem intenção de prejudicar quem quer que seja, porém, nos casos que as vítimas e/ou acusados e suspeitos levam o fato ao conhecimento da polícia, eles se tornam de interesse público. Sempre que alguém se achar prejudicado em função de determinada publicação, o espaço está aberto.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...