PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banners-novembro-1.gif

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Mulher agredida pelo companheiro diz ainda gostar, mas que "debaixo de facão e foice não dá!"


Maria Máxima, de 36 anos, moradora da rua Nova, bairro Alto Bandeirantes, em Bacabal, deu entrada no Pronto Socorro Municipal, na madrugada desta quinta-feira (4), após ser golpeada de foice no braço direito.

O autor da agressão foi o seu próprio companheiro, identificado como ‘Foguinho’.

Ela conta que os dois viviam juntos há 6 anos e o mesmo é usuário de drogas. “Eu gosto dele, mas debaixo de facão e foice eu não quero. Toda vez que ele bebe, só fala em me matar. A casa é da minha mãe e eu tenho meus filhos e irmão. Nós não temos filhos, mas ele entrou sabendo”, disse Maria que, temendo ser morta, saiu do hospital direto para a casa de uma irmã.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...