PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banners-novembro-3.gif

sábado, 6 de maio de 2017

Criança morre em Bacabal após passar mal em casa


A pequena Júlia Oliveira Araújo Galvão, de apenas 4 aninhos, faleceu na noite desse sábado (6) após dar entrada no Hospital Materno Infantil de Bacabal apresentando, segundo informações ainda não confirmadas, quadro de convulsão que veio seguido de parada cardiorrespiratória. O blog apurou que desde a última quinta-feira (4) a criança vinha apresentando problemas de saúde.
Júlia é filha de Joas Galvão, supervisor da Distribuidora Medeiros e integrante da banda gospel Dumamis.
A família é evangélica e congrega no templo central da Igreja Assembleia de Deus.
O corpo de Júlia está sendo velado na rua Tavares de Moura, nº 240, bairro da Esperança.
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BACABAL.
NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria Municipal de Saúde de Bacabal-MA vem informar a toda a população, por meio de sua Secretária Municipal de Saúde, que lamenta profundamente a perda da vida da menor Júlia Oliveira Araújo Galvão, ocorrida no último dia 06 de maio, nas instalações do Hospital Materno Infantil de Bacabal-MA.

Oportunamente, informa à população que ela foi prontamente atendida e medicada no referido hospital por profissionais competentes que não mediram esforços para fazer tudo o que era possível a fim recuperar a sua saúde e devolvê-la restabelecida para seus familiares. Nesse intuito que ela foi imediatamente atendida, tão logo que chegou ao hospital.

Ainda, desde a sua entrada, às 11h, que ela estava em observação e sob todos os cuidados possíveis. Percebendo que o seu quadro não melhorava, de pronto tentou-se encaminhá-la para um centro mais desenvolvido. Nesse ínterim, tentou-se reanimá-la, realizando os procedimentos adequados à situação, mas sem sucesso.

Por assim ser, reafirmamos à família enlutada, bem como a toda população, que esta gestão em momento algum deixou de envidar todos os esforços no sentido de restaurar a saúde da menor e devolvê-la para os braços de seus familiares com vida; não obstante, apurar-se-ão todos os fatos pertinentes ao caso, a fim de que seja confirmada a adequação de todos os procedimentos adotados frente às particularidades do caso em tela, evitando que quaisquer condutas incompatíveis por parte da equipe médica possam ser ignoradas ou não corrigidas.

Reconhecemos, todavia, que a medicina ainda encontra limitações, por mais capacitados que sejam nossos profissionais, resultando, em alguns casos, como no presente, em insucesso, pois não está em nosso poder determinar quem vive e que morre, mas tão somente o de aplicar os conhecimentos médico-hospitalares que possuímos da melhor forma possível, como fizemos.

Dessa maneira, ratificamos nosso compromisso com a Saúde da população e enviamos os nossos mais sinceros sentimentos para família enlutada, desejando, assim, que Deus possa consolar a todos os familiares de Júlia, pois que estamos diuturnamente trabalhando para dar, cada vez mais, saúde humanizada e de qualidade a todos os munícipes.

Na certeza da compreensão de todos, com grande consternação,
subscrevemo-nos.

Bacabal-MA, 07 de maio de 2017.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...