PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Reportagem mostra que é desperdiço de dinheiro público tapar buracos com asfalto no período de chuvas


Não é fácil para nenhuma autoridade pública lidar com a pressão popular e, sobretudo, com os ataques advindos dos adversários políticos que por muitas vezes torcem pelo “quanto pior, melhor”. Em Bacabal as reclamações por conta da buraqueira em ruas e avenidas e, consequentemente, as cobranças pelo imediato asfaltamento dessas vias são constantes, apesar do intenso período invernoso que tem castigado o município.

Por mais que haja justificativas para o não início de uma operação visando solucionar esses problemas, algo que, segundo a Secretaria Municipal de Obras, já tem plano traçado só aguardando a diminuição das chuvas, a população continua sendo convencida que essa ação poderia ter sido colocada em prática.

Essa pressa é compreensível porque ninguém mais do que a própria população é quem acaba arcando com os prejuízos, porém, um caso ocorrido em Belém, capital do Pará, demonstra claramente que, por mais se queira resolver a problemática, é completamente inviável neste período.

Cedendo às pressões da oposição, o prefeito resolveu colocar nas ruas equipes para tapar os buracos. O resultado, lógico, foi uma enorme perda de tempo, mão-de-obra, toneladas de material e muito dinheiro público. Sobraram também reclamações, agora, dos cidadãos conscientes e da imprensa.

A oposição, essa simplesmente calou se vangloriando do feito negativo que submeteu o gestor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...