PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Em liberdade, empresário bacabalense 'Márcio Gesso' emite nota para esclarecer sobre sua prisão


Na madrugada do último sábado (22) o empresário Márcio Araújo Santos,  de 39 anos, foi detido pela Polícia Militar e conduzido a delegacia. De acordo com a própria PM, ‘Márcio Gesso’, como é mais conhecido, utilizava seu veículo para fazer manobras conhecidas como ‘cavalo de pau’, na área do Centro Cultural de Bacabal.

De fato, havia marcas nítidas de freios na pista e, além disso, com o empresário foi apreendida uma arma de fogo municiada.

Márcio passou o restante da madrugada detido na delegacia e pela manhã foi recambiado para a Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) no povoado Piratininga.

Após ser recolocado em liberdade, o empresário emitiu uma nota onde justifica a posse da arma, porém, em nenhum momento faz referências ao crime de direção perigoso pelo qual também foi acusado.

Abaixo, a íntegra da nota.

É inegável que vivemos dias difíceis e ao observarmos o cenário atual da sociedade nos deparamos com uma violência urbana que amedronta e por vezes "obriga" o ser humano de bem, trabalhador, com serviço prestado á sociedade submeter-se a situações extremas, desproporcionais e/ou movidas pela emoção. Na madrugada do sábado, dia 22, eu Márcio Araújo Santos, conhecido popularmente como Márcio Gesso, fui detido após ser encontrada no interior do meu veículo uma arma de fogo, configurando posse ilegal, assim, fui conduzido a delegacia, na qual todos os fatos foram esclarecidos e estou liberado.

Prestei minhas contas com a Justiça como todo cidadão de bem.

Durante todos estes dias informações foram divulgadas nas redes sociais, inclusive inverdades, assim, venho através desta nota esclarecer que em momento algum agi com o intuito de intimidar a polícia e/ou pessoas que estavam próximas, quem me conhece sabe do meu trabalho desenvolvido nesta cidade há mais de 10 anos e da minha integridade enquanto pessoa, profissional, pai e esposo.

Como empresário do ramo da construção civil, sou figura conhecida e reconhecida facilmente e sabendo que a criminalidade não é um “privilégio" dos grandes centros do país , que o sistema de segurança pública ainda é deficiente em virtude do número crescente da criminalidade, por isso, optei por ter uma arma não para intimidar ou colocar em risco a vida das pessoas, mas por sentir uma segurança maior.

Jamais utilizaria uma arma de fogo de maneira banalizada e, ter posse de uma, ainda que de forma ilegal, não me dar poderes para intimidar ou colocar em risco a vida do outro, bem como não dar o direito de ser apontado por todos como um criminoso.

Sem mais, agradeço a todos que confiam em meu trabalho e me conhecem como pessoa. Obrigado!

Márcio Araújo Santos
( Márcio Gesso)

EM TEMPO: Assim como o empresário ‘Márcio Gesso’, toda e qualquer pessoa que achar necessário ou se sentir atingida em sua honra, pode solicitar do Blog do Sérgio Matias espaço para se defender. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...