PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

domingo, 9 de abril de 2017

Ejoão Martins passa bem após cirurgia; artista plástico quebrou a perna em acidente de trânsito em Bacabal


Ejoão Martins permanece internado. Na foto acima ele aparece ao lado de Dr. Ibiapina, médico responsável pela cirurgia.
O artista plástico Ejoão Martins Ferreira também foi vítima da imprudência no trânsito que a cada dia tem sido mais evidente em Bacabal. Só na última semana foram registrados vários acidentes, inclusive com óbito, como foi o caso de Kissinger Santos, sepultado na tarde deste domingo (9) no vizinho município de São Luís Gonzaga do Maranhão.

O acidente que vitimou Kissinger foi no último sábado à noite, no bairro Cohab I.

Já Ejoão acabou quebrando a perna esquerda quando a motocicleta que pilotava foi atingida por outra, no sábado (1º), na rua Osvaldo Cruz, próxima a agência da Caixa Econômica Federal.

Socorrido e encaminhando ao Hospital Regional Laura Vasconcelos, o artista plástico foi submetido a cirurgia e passa bem.

Ele ainda permanece internado.

Em uma publicação postada no Blog do Zé Lopes, em maio de 2014, Ejoão é descrito de traços raros e finos, que começou com desenho e pintura até ser convidado para expor os seus trabalhos em uma feira de artesanato onde vendeu todos as suas telas, partindo daí para desenvolver um outro talento, a escultura, e usou como matéria prima a madeira, o isopor e a argila.

Possuidor de um talento artístico nato, ele foi, na época, convidado para fazer parte da equipe técnica da Secretaria de Cultura de Bacabal, onde atua até hoje nos projetos de decorações dos eventos promovidos pelo órgão e confecciona troféus e medalhas para premiações.

Ejoão é desenhista, pintor, artista plástico, cronista, poeta, músico, compositor, cantor e atuou no filme “A caçada ao tesouro”, produção local.

Sua carreira como cantor foi firmada em 2007 quando participou do projeto “Desanonimato” do jornal “Folha Central” com a canção “O problema é rir”, que veio a ser a música mais tocada do disco.

Com o sucesso, ele partiu para a gravação do primeiro CD que, pegando o gancho, tem como título, “O problema é rir”.

Ejoão adotou o nome artístico de Johnny Rock Blue.

CONTINUE LENDO: Ejoão e Johnny Rock Blues sempre foram a mesma pessoa
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...