PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banners-novembro-1.gif

sexta-feira, 17 de março de 2017

Prefeito Zé Vieira se reúne com governador Flávio Dino e juntos determinam criação de plano de ações voltado para recuperar malha viária de Bacabal


O inverno tem sido o mais rigoroso dos últimos anos e castigado bastante o município de Bacabal, deixando ruas do centro e estradas vicinais quase que intrafegáveis, problemas agravados pela falta de conservação dessas vias ao longo do tempo.
Empenhado em resolver a situação o prefeito Zé Vieira tem procurado ajuda junto ao Governo do Estado e, na tarde desta quinta-feira (16), esteve em São Luís onde foi recebido pelo governador Flavio Dino.
Com o prefeito de Bacabal estavam a primeira-dama e secretária municipal de Saúde, Patrícia Vieira, e o vice-prefeito Florêncio Neto.
Na conversa Zé Vieira colocou a infraestrutura de Bacabal como prioridade e recebeu de Flávio Dino a garantia que já na próxima semana o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, estará no município para, juntamente com a Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo, elaborar ações voltadas para resolver a situação o quanto antes, evitando que a população seja penalizada.
Na ocasião, o setor da Saúde também foi colocado em pauta. A secretária Patrícia Vieira aproveitou para reivindicar do governador, dentre alguns equipamentos para os dois hospitais municipais, uma UTI neonatal (espaço reservado para tratamento em recém-nascidos de alto risco, gemelares ou que necessitem de cuidados especiais).
Firme no cargo
Paralela a essa força-tarefa liderada por Zé Vieira, seus adversários políticos parecem rumar em sentido contrário. Nesta quinta-feira, enquanto Zé Vieira se reunia com o governador, eram compartilhadas nas redes sociais informações, em parte, improcedentes.
É que, como o Blog do Sérgio Matias divulgou no dia anterior, embargos declaratórios impetrados no Tribunal Regional Eleitoral ainda mantinha naquela Corte o processo que trata da inelegibilidade e indeferimento da candidatura de Zé Vieira a prefeito. Com isso, seus adversários aproveitaram para tentar passar para a opinião pública a impressão que ele logo deixaria o cargo e, pior, o segundo colocado Roberto Costa assumiria, possibilidade muito pouco provável de acontecer, já que de acordo com o artigo 224 do Código Eleitoral, que sofreu algumas mudanças com a Reforma Eleitoral de 2015 (Lei nº 13.165), novas eleições devem ser realizadas sempre que houver, independentemente do número de votos anulados e após o trânsito em julgado, “decisão da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do iploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário”.

As instruções para a realização dessas eleições são estabelecidas por meio de Resolução específica, aprovada por cada Tribunal Regional Eleitoral. Constatada a necessidade de nova votação, a junta apuradora comunicará o fato ao respectivo tribunal regional, que, por sua vez, marcará o dia para a renovação da votação nas seções indicadas.

Liminar do TSE

No entanto, o que ainda prevalece é a liminar concedida pelo ministro Gilmar, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, que mantém Zé Vieira no cargo até que o Recurso Eleitoral seja analisado em plenário.

Vale ressaltar que ainda não tem data marcada para entrar em pauta   e, enquanto isso, Zé Vieira segue dando continuidade as suas ações administrativas e bastante confiante que exercerá até o final o mandato dado à ele pela vontade popular. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...