PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banners-novembro-1.gif

segunda-feira, 13 de março de 2017

Guarda municipal é assassinado a bala quatro meses após sua companheira ter morrido nas mesmas circunstâncias


O guarda municipal de Alto Alegre do Maranhão, Valtelino Grajau Lima, de 37 anos, conhecido como Valter, foi morto por volta das 7h30 desta segunda-feira (13) quando deixava uma borracharia, localizada na rua do Campo, bairro Santa Luzia, naquele município. De acordo com informações preliminares, a vítima teria sido alvejada por tiros de pistola. Pelo menos três homens seriam os autores que empreenderam fuga por um matagal.

Valter já teria escapado de outra emboscada ocorrida em novembro de 2016 quando na oportunidade sua companheira Marlene Rodrigues da Silva, conhecida como “Guega”, de 39 anos de idade, acabou sendo morta por vários disparos de arma de fogo que lhe atingiram a cabeça e outras partes do corpo. O crime ocorreu por volta da meia-noite do dia 15, em sua residência, no residencial Alto Alegre, aonde, segundo a Polícia Militar, cerca de cinco a dez elementos encapuzados invadiram o local.

Populares disseram que os indivíduos fugiram tomando rumo ignorado. Próximo ao corpo de Marlene Rodrigues foram encontrados 20 cápsulas de munição calibre 38.

Suposta motivação

Informações não confirmadas pela polícia dão conta que o crime teria ligações com a morte do traficante Werbeth Sousa Cunha, vulgo "Iskis", executado na madrugada do dia 11 de novembro, em Alto Alegre do Maranhão. 

Na oportunidade, policiais chegaram a ouvir alguns moradores que se encontravam próximos, porém,  elas só informaram que ouviram o barulho de uma motocicleta, mas, que, não sabiam precisar se havia só uma ou mais pessoas no veículo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...