GOVERNO DO MARANHÃO

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

PUBLICIDADE

BANNERS-DEZEMBRO-2.gif

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Secretária que deu sumiço em diplomas de vereadores de Bacabal pode ser exonerada caso fique provado que agiu de má-fé


Maria Modesta auxiliando na sessão solene.
O episódio imoral envolvendo o desaparecimento dos diplomas e demais documentação dos vereadores de Bacabal Joãozinho Algodãozinho (SD) e Natália Duda (PMDB), que estavam sob a responsabilidade da Câmara Municipal, não deverá ficar só no âmbito da sindicância interna para apurar a responsabilidade da servidora Maria Modesta que sem autorização, sequer verbal, os repassou para terceiro.

É muito pouco provável que a servidora que trabalha há anos como secretária do poder legislativo e conhece como poucos os meios legais do processo para que seja dada posse aos vereadores e, em seguida, aconteça a eleição da mesa diretora, tenha agido sem má-fé.

Mas, no entanto, o caso será apurado administrativamente. Dependendo das circunstâncias pode se transformar também em caso de polícia.

A Câmara Municipal de Bacabal está em recesso e os trabalhos da nova legislatura para o quadriênio 2017/2020 só começarão no próximo mês de fevereiro, quando então o ato da servidora será efetivamente apurado.

ENTENDA O CASO:

CASO DE POLÍCIA! Diplomas de vereadores desaparecem misteriosamente do prédio da Câmara de Bacabal



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...