GOVERNO DO MARANHÃO

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

PUBLICIDADE

BANNERS-DEZEMBRO-2.gif

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Em entrevista, vereador Joãozinho Algodãozinho desmonta armação criada para desmoraliza-lo e impedir que assuma o mandato.


Antes da sessão realizada na noite deste domingo (1º) no plenário da Câmara Municipal de Bacabal, o vereador João da Cruz Rodrigues, o “Joãozinho Algodãozinho”, de 40 anos de idade, refutou as acusações acerca da sua decisão de votar a favor de Edvan Brandão na eleição para a escolha da nova mesa diretora, que ocorreu pela manhã na casa de eventos Real Place.

Joãozinho diz categoricamente que sua escolha se deu unicamente pelas qualidades do novo presidente, sem receber vantagens financeiras como disse seu assessor Tony Silva, que também é funcionário da família Florêncio e que foi apontado pela secretária da câmara municipal como a pessoa para quem ela repassou [sem autorização] o diploma de Joãozinho, fato que gerou toda a celeuma de conhecimento da população bacabalense - CASO DE POLÍCIA! Diplomas de vereadores desaparecem misteriosamente do prédio da Câmara de Bacabal.

O vereador também se mostrou temeroso em relação a possíveis represálias por parte de pessoas ligadas ao candidato César Brito, derrotado na eleição da câmara. “ A gente tem o direito de votar em quem quer. Votei por livre e espontânea vontade”, disse. A entrevista completa do vereador será exibida, logo mais, a partir do meio-dia, no programa Ronda na Difusora (canal 2), apresentado por Randyson Laércio.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...