GOVERNO DO MARANHÃO

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

EMPÓRIO CHURRASCARIA E CERVEJARIA

PUBLICIDADE

BANNERS-DEZEMBRO-2.gif

domingo, 22 de janeiro de 2017

CABO DE GUERRA: Gerência da CEF resolve novamente impedir que Prefeitura de Bacabal tenha acesso às contas do município

O caos político-administrativo em Bacabal a cada dia ganha novos contornos que tornam a situação ainda mais preocupante. Além das questões relacionadas à validade ou não dos votos dados ao candidato Zé Vieira (PP) que venceu a eleição para prefeito estando com o pedido de candidatura negado em duas instâncias e, ainda assim, assumiu o comando do município em virtude de liminar obtida no Tribunal Superior Eleitoral; e da eleição mal resolvida da Câmara Municipal que resultou em duas votações paralelas e em dois presidentes se autoproclamando vencedores, mais recentemente surgiu outro motivo para dúvidas e discussões.

Agora é em função da negativa ao acesso da nova administração às contas do município na Caixa Econômica Federal e, até, no Banco do Brasil.

No primeiro dia do ano após tomar posse e ser eleito como presidente em uma das duas votações para a escolha da nova Mesa Diretora do poder legislativo bacabalense, o vereador Edvan Brandão (PRB) encaminhou ofício aos gerentes das respectivas agências em Bacabal determinando que o acesso fosse negado até que Zé Vieira e Florêncio Neto (PHS) tomassem posse oficialmente nos cargos de prefeito e vice-prefeito, o que só ocorreu com César Brito (PPS), tido por Edvan como presidente ilegítimo.

Daí então, as agências passaram a seguir o que determinava o ofício, obrigando a advocacia do município a recorrer ao Ministério Público Federal que manteve o entendimento dos gerentes.

Surpreendentemente, dias depois, a população teve conhecimento de um oficio encaminhado a Prefeitura de Bacabal, assinado pelo gerente geral da agência local da Caixa Econômica Federal, Evertor de Lima Mourão, declarando que haviam sido efetivados todos os cadastros e acessos necessários a movimentação de contas junto a agência, assim como também disponibilizando “Assinaturas Eletrônicas” para acesso e movimentação via Internet Banking.


Horas depois e novamente para surpresa de todos surge a informação, através do Blog do Louremar, que, pelo menos o gerente da CEF, decidiu manter as contas do município bloqueadas até que a Justiça Estadual se pronuncie sobre o caso.

Vice-prefeito diz que a decisão decepciona

A reportagem do Blog do Louremar também diz que falou com o vice-prefeito Florêncio Neto. Ele disse que a decisão pegou a todos de surpresa em meio aos preparativos para o pagamento do funcionalismo público. “Nós não esperávamos essa reação e estávamos nos organizando pensando em pagar o salário dos servidores, o prejuízo maior é para eles que ficarão sem os seus salários por causa de briga política”, disse Florêncio Neto. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...