PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

banners-novembro-1.gif

sábado, 3 de dezembro de 2016

Comerciante é detido em Bacabal ao sair de agência bancária com vários cartões do Bolsa Família; a suspeita é de agiotagem



Por volta das 18 horas deste sábado (03) uma guarnição do 15º BPM fazia ronda pelas principais ruas do centro de Bacabal quando resolveu abordar dois homens em atitude suspeita que saiam de motocicleta da agência da Caixa Econômica Federal, na rua Osvaldo Cruz.

Com Miguel Luís Gomes de Sousa, de 49 anos de idade, foram encontrados e apreendidos 10 cartões magnéticos, de conta corrente e do programa federal Bolsa Família em nome de terceiros, além de R$ 1.420,00 (mil quatrocentos e vinte reais) em espécie.

“Miguelzinho”, como é mais conhecido, alegou que os cartões eram de clientes que compravam fiado em seu comércio, mas negou que seja fruto da prática de agiotagem.
O homem que estava com ele alegou que apenas havia aceito uma oferta de carona na motocicleta e, sequer, tinha conhecimento desses cartões.

Em 2015, “Miguelzinho” foi detido e conduzido para a delegacia também por suspeita de agiotagem. Na época, a polícia chegou até ele através de várias denúncias de populares que costumeiramente o acusando dessa prática.

Naquela oportunidade foram encontrados com ele alguns cartões magnéticos do Bolsa Família e de instituições bancárias, todos em nome de terceiros, além de uma determinada quantia de dinheiro em espécie.

Miguel Luís Gomes de Sousa é filho de Seu Araújo (ex-coletor da Receita Federal), pessoa de ilibada conduta e respeitada por todos em Bacabal, principalmente, pela enorme parcela de contribuição que por vários anos deu ao futebol profissional e amador bacabalense.

O suspeito também é cunhado do vereador Serafim Reis.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...